Conceito.de

Conceito de OPEP

OPEP é a sigla que identifica a Organização dos Países Exportadores de Petróleo, uma entidade fundada em 1960 que reúne doze países. A associação foi criada com o objectivo de coordenar as políticas dos seus membros referentes ao petróleo, de modo tal que possam proteger os seus interesses.

O surgimento da OPEP foi uma resposta das nações que produzem petróleo a uma queda generalizada dos preços, impulsada pelas empresas distribuidoras. O projecto surgiu a partir de uma iniciativa dos governos da Arábia Saudita e da Venezuela.

A ONU reconheceu a OPEP dois anos depois da sua fundação, em 1962. Por isso então, a sede da entidade encontrava-se na cidade suíça de Genebra. A partir de 1966, a base de operações instalou-se em Viena, a capital de Áustria.

Os países da OPEP albergam 75% das reservas mundiais e produzem mais de 40% do petróleo que se comercializa em todo o planeta. Devido às nações que estão incluídas na organização poderiam alcançar o seu pico produtivo por volta de 2015, espera-se que o poder da OPEP cresça ainda mais no futuro.

Dentro da estrutura da OPEP, destacam-se o secretariado-geral, a junta de governadores (composta por funcionários designados por cada nação integrante) e a comissão da Economia.

Devido à sua capacidade para forçar incrementos no preço do petróleo, os países que não produzem este recurso ou que se vêm forçados a importá-lo costumam criticar o funcionamento da OPEP, afirmando que prejudica o mercado.