Conceito.de

Conceito de recursos não renováveis

Aos bens e serviços oferecidos pela natureza de forma directa (isto é, sem que seja necessária a intervenção humana) chamam-se recursos naturais. Este conjunto pode dividir-se entre os recursos renováveis (que se podem regenerar sempre que a exploração não seja excessiva) e os recursos não renováveis ou recursos esgotáveis.

Os recursos não renováveis são aqueles cujas reservas acabam inevitavelmente por se esgotar por não haver forma possível de os produzir, cultivar ou regenerar para manter a sua taxa de consumo. Posto noutros termos, o consumo dos recursos não renováveis é superior à capacidade da natureza para os recriar.

Como exemplo de recursos não renováveis, mencionaremos o petróleo. Uma vez que as reservas petrolíferas se tiverem esgotado, não haverá forma de voltar a obter esse líquido natural oleaginoso. Os especialistas afirmam que, caso se mantenha o actual ritmo de extracção e se não forem achados novas jazidas, as reservas mundiais de petróleo acabarão por se esgotar em menos de meio século.

Os minerais também fazem parte dos recursos não renováveis. A indústria mineira encarrega-se da extracção dos minerais e de outros materiais da crosta terrestre; a exploração mineira consiste em dinamitar montanhas e outras actividades semelhantes que demolem literalmente o terreno. Quando já não houver minerais nas pedreiras, estas acabarão por ser abandonadas.

A protecção e a substituição dos recursos não renováveis são algumas das tarefas principais para os grupos ecologistas. A energia solar e a energia eólica, por exemplo, são alternativas ao uso de petróleo e hidrocarbonetos.