Conceito.de

Conceito de organigrama

Escutar o artigo

Um organigrama é um esquema da organização de uma empresa, de uma entidade ou de uma actividade. O termo também é usado para fazer alusão à representação gráfica das operações que se realizam no âmbito de um processo industrial ou informático.

Um organigrama permite analisar a estrutura da organização representada e obedece a uma função informativa, ao oferecer dados sobre as características gerais da organização.

Os organigramas podem incluir os nomes das pessoas que dirigem cada departamento ou divisão da entidade, de modo a explicitar as relações hierárquicas e as competências vigentes.

Deste modo, os organigramas devem representar gráfica ou esquematicamente os distintos níveis de hierarquia e a relação existente entre eles. Não precisam de ser abundantes em detalhes. Pelo contrário, a sua missão consiste em oferecer informação fácil de compreender e simples de utilizar.

Pode-se mencionar três tipos de organigrama. Os organigramas gerais são aqueles que oferecem uma visão simplificada da organização, pois só exibem a informação de maior relevo. Os organigramas analíticos, por sua vez, apresentam dados mais detalhados e são mais específicos. Por fim, os organigramas suplementares são um complemento dos analíticos.

É importante ter em conta que nenhum organigrama pode ser fixo ou invariável, isto é, um organigrama é uma espécie de fotografia da estrutura de uma organização a uma determinada altura. Com o passar do tempo, toda a estrutura e as relações existentes sofrem alterações, as quais devem ser reflectidas através de actualizações do organigrama ou, inclusive, com o desenho (projecto) e o desenvolvimento de um organigrama completamente novo, deixando assim o anterior de surtir efeitos.

No Brasil o termo utilizado é “organograma” e esse possui os mesmos significados de organigrama. Um exemplo de organigrama seria uma representação onde no topo estaria o presidente da empresa e logo abaixo estariam o que poderíamos chamar de divisões com o diretor geral e o diretor comercial, sendo que esses dois são seguidos cada um pelo seguinte (o que poderíamos classificar como subdivisões):

Diretor geral e abaixo desse estaria: pessoal do financeiro, do marketing, do design e também o pessoal do setor de cobrança.

Diretor comercial e abaixo desse estaria: o pessoal do pós-venda, consultores, assistentes e pessoal do atendimento ativo.

E o propósito de um organograma numa empresa é garantir que os profissionais ali desempenhem suas funções adequadamente e da melhor maneira a fim de que os objetivos da empresa sejam alcançados.

Muitos veem esse como um esqueleto para a empresa, ajudando a definir não somente os papéis dos funcionários naquele lugar, como também a definir os departamentos que uma empresa terá, algo essencial para que ela funcione bem. E quando os profissionais de uma empresa compreendem a estrutura que essa possui, então há maiores probabilidades deles trabalharem melhor em equipe, estando também mais seguros e confiantes sobre o que fazem ou precisam fazer.

Quando os funcionários da empresa conhecem todos os departamentos que ela tem e quais os responsáveis em cada um deles, então há mais facilidades para saber a quem reportar determinado problema ou mesmo saber a quem recorrer para sanar dúvidas sobre algo relacionado ao trabalho ali.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (8 de Abril de 2012). Conceito de organigrama. Conceito.de. https://conceito.de/organigrama