Conceito.de

Conceito de paisagismo

Paisagismo é um conceito que admite duas grandes acepções. Por um lado, o termo refere-se à arte que consiste na planificação, na concepção e na conservação de parques e jardins. Por outro, a noção diz respeito ao gênero pictórico que se dedica à representação de paisagens (a extensão de terreno visível a partir de um sitio).

O paisagismo, por conseguinte, pode associar-se ao conjunto de atividades destinadas a modificar os aspectos visíveis de um terreno. O artista que se dedica a esta tarefa recebe o nome de paisagista.

Os paisagistas encarregam-se de trabalhar com seres vivos (como plantas, flores e árvores), elementos naturais (um rio, um riacho, uma colina, etc.), criações humanas (edifícios, caminhos, pontes) e questões abstratas (como as condições climatéricas).

Com base no estudo destes factores, os especialistas em paisagismo tentam criar um ambiente que seja atrativo a nível estético. Pode-se dizer que a paisagem manipulada é a obra de arte do paisagista, pois é desta forma que exprime as suas ideias e os seus sentimentos.

Essa técnica tem passado por constantes aprimoramentos a fim de que se consiga desenvolver áreas paisagísticas que substituam áreas que foram destruídas pela ação do homem.  Cabendo ao paisagista o papel de reconstruir as áreas afetadas, então, para isso, ele utiliza-se da ecologia, botânica, entre outros elementos.

Nos dias atuais, como as áreas naturais sendo cada vez mais destruídas, encontrando-se poucos locais assim, cresce a vontade e a necessidade das pessoas estarem em contato com a natureza, sendo que por meio do paisagismo isso é possível.

Assim, por meio dessa técnica, criam-se paisagens com elementos que prezarem pela estética, são também funcionais.

Para além do lado artístico, também compete ao paisagista proteger o Ambiente e garantir a sustentabilidade da sua concepção.

Essa técnica pode ser empregada para fazer a preservação de espaços urbanos ou não e de espaços públicos ou privados.

A ONU (Organização das Nações Unidas) recomenda que as cidades possuam ao menos 16 metros quadrados de área verde por habitante, pois desse modo auxilia-se na diminuição do estresse nas áreas urbanas.

Muitos acreditam que o paisagismo seja apenas o elaborar de jardins e de praças, mas não é bem assim. Ao contrário do que muitos pensam, o paisagismo lida com várias disciplinas para ser realizados, tais como as ciências naturais, a matemática, as artes, engenharia, entre outras. Desse modo, não deve ser visto apenas como um trabalho de jardinagem bem feito.

Hoje em dia o paisagismo é praticado por arquitetos e engenheiros agrônomos também. Mas ele pode ser praticado por outros profissionais da área técnica. E é necessário que, além da técnica, o profissional tenha uma certa sensibilidade para combinar elementos.

Enquanto gênero da pintura, o paisagismo consiste na representação de cenas da natureza. Os quadros ou as figuras com praias, montanhas e bosques são exemplos do paisagismo nas belas artes.

Os paisagistas, de qualquer forma, não só pintam imagens naturais. Pode falar-se, neste sentido, de paisagens urbanas (a representação de cidades, com os seus edifícios, as respectivas ruas e os habitantes) ou de paisagens oníricas (refletem imagens dos sonhos).