Conceito.de

Conceito de árvore

Escutar o artigo

Árvore é uma planta que permanece por um longo tempo no solo, criando raízes profundas. O tronco dessa é usado para criar objetos de madeira.

árvore
Uma árvore é composta por partes como caule, raiz e folhas

Há árvores que produzem frutos (como a pitangueira, a mangueira e o abacateiro), há as que dão flores (como a magnólia e o alfeneiro), já outras apenas possuem galhos e folhas, como é o caso da samambaia.

Nisso, sobre os tipos de árvores, elas podem ser classificadas em: ornamentais, frutíferas e aquelas encontradas em florestas.

As espécies existentes de árvores são muito variadas, sendo ainda que elas variam de acordo com o clima. Há árvores que se desenvolvem melhor no verão, enquanto outras gostam mais do clima mais frio. Além do mais, boa parte das árvores muda de aparência devido a mudança de estação, tal como é o caso da primavera, onde elas afloram, enquanto que no outono as folham costumam secar e cair.

Características de uma árvore

Todas as árvores possuem um único caule (tronco), raízes e folhas, essas integram a estrutura básica de boa parte delas. Mas depois há as que contam com frutos, flores e também sementes.

O caule é a parte que permite que uma árvore fique de pé. Além disso, ele é o responsável por transportar os nutrientes que a raiz absorveu e ajudar a enviar esses para várias partes dessa planta. E o caule pode possui diferentes tamanhos e espessuras, segundo o tipo de árvore. Além disso, variam cores, textura e a forma que esse possui.

Há ainda os galhos que saem do caule e é onde encontram-se as folhas, flores e frutos, ou seja, os galhos servem como estrutura de sustentação desses.

Já as folhas são a parte da planta/árvore que faz com que se converta os raios solares em energia, que é importante para o crescimento saudável dela. Essas folhas são geralmente verdes e possuem clorofila.

A raiz é a parte da árvore que fica sob o solo. Ela é a base e o que ajuda a dar sustentação. A raiz suga do solo a água e os nutrientes que a árvore precisa. Há raízes dos mais variados tamanhos e há, até mesmo, algumas que são comestíveis, mas essas geralmente são raízes de tubérculos como o aipim e a batata doce.

Também, existem as flores fazem parte de algumas árvores, e além dessas adornarem as árvores, elas ainda ajudam na formação de sementes e, ainda, dos frutos. Muitos frutos, no processo de formação, podem passar pelo processo de surgimento de flores, tal como é o caso do jambo ou da mangueira, depois vindo os frutos. E existem flores que são comestíveis.

Por fim, o fruto é geralmente a parte mais comestível de uma árvore. E é comum que esses se encontrem na parte dos galhos das árvores.

Sobre o tamanho que ela pode atingir

As árvores têm um limite quanto à altura, espessura do tronco e também o seu tempo de vida. A árvore cresce e se desenvolve enquanto estiver viva, não importando qual seja a sua idade. Contudo, conforme ela cresce, então a quantidade de água e nutrientes que ela precisa também aumenta.

Mas existem árvores que podem atingir 100 metros ou mais. E há algumas que possuem décadas de existência, tal como é o caso da sequoia que está no parque nacional de Redwood, na Califórnia, tendo essa mais de 800 metros.

A árvore na religião

Muitos acreditavam (e ainda hoje acreditam) que uma árvore tinha um espírito e, por tanto, havia uma “pós vida” para ela. E com isso se acreditava que as árvores tinham poderes, alguns até mesmo acreditando que essas eram santidades e, desse modo, demonstravam profundo respeito por ela.

Muitas tribos indígenas, por exemplo, acreditam que existam deuses que estejam ligados a natureza.

É devido a isso que algumas religiões dão uma grande importância para a árvore, ainda que muitas dessas religiões não as venerem.

Com muitos acreditando que as árvores tinham poderes, então começou-se a crer também que fadas e gênios moravam ali. E, ainda, isso fez com que se acreditasse que em florestas haviam esses seres mágicos, bem como sobre a existência de divindades nesse local.

Os romanos ainda acreditavam que o carvalho pertencia a Júpiter e a oliveira a Apolo. Crenças populares também remetiam para Minerva a azeitona e a figueira seria o local onde Buda atingiu o Nirvana.

E essas crenças de que as árvores eram sagradas fizeram com que muitas delas fossem tidas como especiais por muito tempo. A exemplo disso podemos citar a romã, que era tida como a árvore que representava a eternidade.

Há ainda o pinheiro que é uma árvore símbolo do natal em vários locais pelo mundo. Nesse caso, se acredita que o pinheiro, por ser uma árvore que se mantém verde mesmo em meio ao inverno (sendo uma das poucas a conseguir tal feito) ela represente então a vida.

Árvore genealógica

conceito de árvore
A árvore genealógica mostra os ancestrais de uma pessoa ou família

Fala-se ainda de árvore genealógica, que é um modo de representação dos membros de uma família. Essa dispõe de modo hierárquico as pessoas que deram origem de uma pessoa ou família. Para a criação de uma árvore genealógica uma pessoa deve realizar uma extensiva pesquisa sobre seus ancestrais.

Citação

SOUSA, Priscila. (20 de Maio de 2022). Conceito de árvore. Conceito.de. https://conceito.de/arvore