Conceito.de

Conceito de coníferas

As coníferas são arbustos e árvores com ramos de forma cônica e frutos que também têm uma estrutura de cone. Essas plantas pertencem ao conjunto de gimnospermas, que inclui as espécies cujos carpelos, sem espaço fechado para abrigar os óvulos, exibem as sementes a descoberto.

Existem cerca de seiscentas espécies de coníferas em todo o mundo. Essas árvores geralmente compõem uma floresta de coníferas, onde predominam espécimes com folhas perenes e aciculares.

As florestas boreais, também chamadas de taigas, são as florestas de coníferas mais comuns. São encontradas no hemisfério norte, em países como a Rússia e o Canadá, e possuem coníferas como pinheiros, piceas e abetos. Em locais com temperaturas mais altas, as florestas de coníferas costumam ter espécies como sequoias, cedros e ciprestes.

Quando as coníferas se encontram em regiões muito frias, é comum que cresçam muito em altura e em forma de pirâmide, pois essas peculiaridades permitem que se livrem da neve com mais facilidade. Por outro lado, em climas secos, as coníferas mais frequentes são as que possuem folhas aciculares que contribuem para reduzir a evaporação.

Os pinheiros estão entre as coníferas mais conhecidas. Muitas culturas atribuem a essas árvores um simbolismo ligado à força e vitalidade. Isso ocorre porque são espécies perenes, com capacidade de crescer e subsistir em ambientes áridos.

As coníferas mais altas, por outro lado, são as sequoias, que podem exceder cem metros de altura sem levar em consideração as raízes. Outra peculiaridade das sequoias é a sua longevidade: existem espécimes que vivem cerca de 3000 anos.