Conceito.de

Conceito de passível

Passível é um conceito que tem a sua origem etimológica em passibĭlis, um vocábulo da língua latina. Trata-se de um adjetivo que se usa para qualificar aquilo que é susceptível de sofrer algo.

Exemplo: “A soberania das ilhas não é passível de nenhum tipo de negociação”, “O bom deste material é que não é passível de quebrar, pelo que é bastante seguro”, “Recordo-lhe que cometeu um crime passível de prisão”.

Suponhamos que o governo de um país anuncia uma medida que deve ser ratificada ou revogada pelo Congresso. Isto quer dizer que a decisão em questão será debatida pelos deputados antes de ser implementada. A medida governamental, por conseguinte, é passível de revocatória ou de reprovação.

Vejamos outro caso. O funcionário de uma empresa pode aparecer a meio de uma comunicação criticando a política comercial da sua entidade patronal e condenando as suas ações. Conforme o regulamento interno da empresa ou a consideração dos seus superiores hierárquicos, a conduta do empregado pode ser passível de algum tipo de sanção ou castigo.

Se existe, por outro lado, os “termos de uso” de um site, esse é um documento passível de alterações a qualquer momento, sendo que esse acontecimento já é descrito nas primeiras linha de tal termo. Mas na maioria dos casos o termo “passível” surge nesse tipo de documento na parte sobre licença, onde tem escrito que a licença é limitada, não transferível…não passível…”.

Outro exemplo do conceito de passível encontra-se na fixação de certos impostos. O governo pode estabelecer que aquelas pessoas que auferem no mínimo 3000 euros mensais sejam passíveis de verem o seu IRS (Imposto sobre o Rendimento) aumentar embora o aumento desta taxa também dependa de outras questões adicionais (como a quantidade de filhos que tenha o sujeito, o seu lugar de residência, etc.).

É comum na religião cristã dizer que o ser humano é, nesse mundo, passível de falhas, sendo apenas Deus digno de toda a confiança, ou seja, como o homem é passível de cometer erros, então ele não é digno de confiança, pois pode não cumprir com sua palavra, mas Deus jamais fará isso.

Muitos acreditam que apenas os seres humanos são passiveis de erros e não as máquinas, contudo existem bugs que podem deixar, por exemplo, um site fora do ar, o que torna praticamente toda e qualquer coisa aqui passível de erros, ainda que numa taxa diferente.

Por exemplo: um computador estar passível de erros quando o mesmo encontra-se com algum defeito em seu sistema. Uma máquina qualquer (eletrônica ou mecânica) também está passível de erros, se ela estiver em bom estado de funcionamento, então essa taxa de erro é menor, mas ela não deixa de estar sujeita a tais erros.

É importante não confundir o termo “passível” com “passivo”, ambos existem, contudo possuem significados distintos:

– Passível: descreve algo que pode ser ou que está sujeito a;

– Já passivo é aquilo que é sujeito a ação de algo ou de alguém ou, ainda, o que é indiferente e sem iniciativa.