Conceito de pensamento matemático


Set 25, 13

O pensamento é aquilo que existe através da actividade intelectual. Trata-se do produto da mente que resulta dos processos racionais do intelecto ou das abstracções da imaginação.

A análise, a comparação, a generalização, a síntese e a abstracção são algumas das operações relacionadas com o pensamento, que determina e que acaba por se reflectir na linguagem. É possível fazer a distinção entre diversos tipos de pensamento, como o pensamento analítico (que separa o todo em várias partes), o pensamento crítico (avalia os conhecimentos) ou o pensamento sistemático (uma visão que abarca elementos múltiplos com as suas diversas inter-relações).

Neste caso concreto, interessa-nos o pensamento matemático, que consiste na sistematização e na contextualização do conhecimento das matemáticas. Este tipo de pensamento desenvolve-se a partir do momento em que se conhece a origem e a evolução dos conceitos e as ferramentas que pertencem ao âmbito matemático.

Ao desenvolver este pensamento, o sujeito alcança uma formação matemática mais vasta que lhe permite contar com um leque de conhecimentos importante, que lhe será útil para chegar aos resultados.

O pensamento matemático, por conseguinte, inclui saber como se foi formando um determinado conceito ou uma técnica. Desta forma, a pessoa conhece as suas dificuldades inerentes e saberá como explorar o seu uso de forma adequada.

Enquanto matéria, o pensamento matemático inclui o estudo de conceitos, técnicas e algoritmos vigente em cada momento histórico. Contudo, tal não implica avaliar os feitos e as descobertas matemáticas da antiguidade com base nos conhecimentos actuais.