Conceito.de

Conceito de petroquímica

Petroquímica é a ciência e a técnica que corresponde à petróleo-química, a indústria que utiliza o petróleo e o gás natural como matéria-prima para o desenvolvimento de vários produtos químicos.

A petroquímica, por conseguinte, fornece os conhecimentos e os mecanismos para a extração de substâncias químicas a partir dos combustíveis fósseis. A gasolina, o gasóleo, o querosene, o propano, o metano e o butano são alguns dos combustíveis fósseis que permitem o desenvolvimento de produtos da petroquímica.

Esta ciência também possibilita a produção de fertilizantes, pesticidas e herbicidas, a obtenção de asfalto e de fibras sintéticas e a fabricação de diversos plásticos. As luvas, as borrachas e as tintas, entre muitos outros artigos de uso quotidiano, fazem parte da produção petroquímica.

O setor industrial com maior poder germinativo é a petroquímica, assim como é também o com mais alto relacionamento com outros setores econômicos.

Cabe dizer que a petroquímica é também o setor onde mais se tem mutação tecnologia, com desenvolvimento de processos que visam a economia e a descobertas de produtos derivados e mais. Devido a utilizar uma tecnologia complexa, a petroquímica necessita de um elevado capital e um fator de trabalho com baixa intensidade. E nesse setor há muitos processos automatizados.

Os processos para a obtenção dos produtos petroquímicos são executados em refinarias e implicam alterações físicas e químicas dos hidrocarbonetos. O processo básico, que divide o petróleo e o gás natural em diversos compostos mais ligeiros, conhece-se como cracking (as moléculas desdobram-se).

A combinação entre os petroquímicos básicos e diversos insumos químicos permitem obter petroquímicos intermédios como as resinas à base de metanol (utilizadas para a fabricação de borrachas, plásticos, detergentes e lubrificantes), os poliuretanos (usados no fabrico de colchões e plásticos) e os acetaldeídos (que derivam em perfumes, aromatizadores e outros).

A indústria petroquímica exige importantes medidas de segurança para evitar danos ambientais, uma vez que os seus processos são potencialmente contaminantes e de elevado impacto sobre o Ambiente.

A história da petroquímica se inicia em 1920 nos Estados Unidos, nesse período duas indústrias devem ser destacadas: a Standard Oil e a Union Carbide, que começaram a produzir isopropanol e glicol. Mas foi na Segunda Guerra Mundial que ela se desenvolveu devido a demanda de produtos para a fabricação de explosivos. Assim, entre 1940 e 1950, os Estados Unidos ampliaram a sua produção petroquímica.

E depois da Guerra foi a vez da produção dos produtos petroquímicos se iniciarem na Europa através do uso da nafta como matéria-prima no lugar de subprodutos do carvão. E dali em diante, a indústria petroquímica da Europa tem se desenvolvido bastante.

Enquanto isso, na Ásia, ela se inicia no Japão em 1955 e 1970 ele consegue o grande feito de tornar-se o segundo maior produtor de produtos petroquímicos de todo o mundo. E esse feito foi obtido devido ao estimulo para a produção dos petroquímicos básicos e aos preços mais baixos praticados. Já no Brasil a petroquímica teve início no mesmo período que os demais países em todo o mundo.