Conceito.de

Conceito de insumo

Escutar o artigo

Insumo é um conceito económico que permite fazer referência a um bem que se utiliza na produção de outros bens. Dependendo do contexto, pode ser sinónimo de matéria- prima ou de fator de produção.

Pelas suas próprias características, os insumos tendem a perder as suas propriedades para se transformar e passar a fazer parte do produto final. Pode-se dizer que um insumo é aquilo que se utiliza no processo produtivo para a elaboração de um bem.

O insumo, por conseguinte, é utilizado numa atividade produtiva que tem como objetivo a obtenção de um bem mais complexo ou diferente após a realização de um processo produtivo.

Por exemplo: no fabrico de uma mesa de madeira, os pregos, a cola e o verniz são insumos. O fabricante precisa desses produtos para a produção da mesa que, sem os insumos, não poderia existir.

Os insumos também são os ingredientes que se utilizam em receitas de culinária. Os insumos do pão compreendem farinha, água, fermento, sal e manteiga. Um molho, por outro lado, requer diversos insumos como tomates, cebola, pimenta, alho, natas, etc.

A noção de insumos é bastante frequente no âmbito da informática. Um computador precisa de múltiplos insumos para funcionar, como cartuchos de tinta, toners e resmas de papel.

Em inglês, os insumos recebem o nome de “inputs”, já quando se refere ao produto final, resultante do uso de tais insumos, o termo usado é “output”. Desse modo, o insumo diz respeito a tudo aquilo que entra para um processo de produção e se consegue um produto final que “sai” disso.

Assim, os insumos podem ser considerados um conjunto de agentes relativos a produção, sendo esses combinados para a geração um produto ou serviço. Com isso, considera-se um insumo o agente de produção que tenha envolvimento direto com o processo de produção.

E os insumos podem ser classificados em: insumos relacionados ao trabalho (a exemplo disso há a mão de obra), aqueles relacionados com a terra (sendo a matéria-prima o melhor exemplo) e os relacionados ao capital como a máquina que é utilizada na produção.

O valor dos insumos depende da sua especificidade. Se um insumo for genérico e possa utilizar-se em distintos processos produtivos, é provável que o seu valor seja pouco elevado. No entanto, se o insumo for difícil de obter e servir para um determinado processo em particular, o seu valor aumenta.

O termo “insumos” tem como sinônimo “suprimentos”, sendo os elementos essenciais para a produção de um produto.

Mas é também reconhecido como insumo os bens e serviços que são usados para a manutenção de ativos que são incumbidos para a produção do insumo que é usado para produzir bens e serviços que são voltados para a venda, sendo esses os insumos dos insumos.

Há os chamados insumos agrícolas que são aqueles utilizados para proporcionar para as plantas ou animais a nutrição, desenvolvimento e proteção que esse necessitam.

Os insumos agrícolas dividem-se em: insumos mecânicos (as máquinas e demais ferramentas de trabalho), biológicos (que são aqueles de origem animal ou vegetal e que são aplicados na produção, tais como sementes e adubos) ou químicos (fertilizantes e agrotóxicos).

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (15 de Junho de 2013). Conceito de insumo. Conceito.de. https://conceito.de/insumo