Conceito de pirotecnia


Out 25, 14

A pirotecnia é um produto concebido para produzir fogo-de-artifício, fumo, e outros fenómenos. O termo também é usado em referência à técnica que permite criar estes produtos e a fábrica destinada à sua elaboração.

Exemplos: “A festa concluirá com um espectáculo de pirotecnia”, “O governo estuda proibir o uso de pirotecnia para prevenir acidentes”, “A banda norte-americana trouxe para o país mais de uma tonelada de pirotecnia para o desfecho do espectáculo”, “Recomendo aos pais que não incentivem o uso de pirotecnia entre as crianças”.

O objectivo da pirotecnia é que, ao acender, produza uma reacção controlada de tipo explosivo que tenha um resultado atractivo. A pirotecnia, que se pode conhecer como fogos artificiais, é utiliza em festivais, festejos e eventos de distinto tipo. A intenção é que as pessoas levantem a vista para o céu e observe como se produzem estalidos com luzes de cores, etc.

Existem diferentes tipos de pirotecnia que se usam com fins lúdicos. Os produtos mais potentes tendem a ser operados por profissionais devido aos riscos que implicam. Outros produtos, por sua vez, são vendidos ao público em geral. Em vários países, as pessoas compram pirotecnia para celebrar o Natal e o Ano Novo.

Porém, é importante ter em conta que manipular pirotecnia é sempre arriscado. As reacções explosivas que geram podem causar desde uma queimadura menor na pele até um incêndio ou um estalido. Isto leva a que, seja por imprudência ou por um acidente, muitas pessoas acabem num hospital depois de pretender celebrar uma festa com pirotecnia.