Conceito.de

Conceito de procurar

Procurar, que deriva do vocábulo latino procurāre, é um verbo com várias acepções. Pode tratar-se da acção de conseguir, obter ou comprar algo. Exemplos: “Vou procurar arranjar um lugar nas primeiras filas para ver o concerto de forma cómoda”, “Não te preocupes, o João disse que nos vai procurar uma casa para a travessia”, “Precisamos que a polícia procure a segurança fora do recinto”.

A realização de certas acções para aquilo que se anuncia ou se menciona também se pode designar procurar: “Procura fazer aquilo que te pedi antes da meia-noite se não quiseres ter problemas”, “O nosso governo fará com que a província seja cada vez mais segura”, “Procurar ter uma vida saudável é indispensável”.

A actividade desenvolvida por um procurador receber o nome de procurar. No âmbito do direito, o procurador é quem tem poder para representar uma parte diante de um tribunal no âmbito de um processo judicial.

Existe a função de procurador dos tribunais. Trata-se de um representante legal que estabelece um vínculo entre as pessoas e os tribunais ou os julgados. Nesse sentido, analisa notificações e escrituras e pode solicitar modificações sempre que detectar algum erro.

O procurador dos tribunais também deve informar o seu representado sobre o desenvolvimento do processo judicial, enviar para a outra parte os textos correspondentes e executar as resoluções judiciais. Tendo em conta que são agentes da autoridade, as notificações dos procuradores geram efeitos jurídicos plenos.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (15 de Junho de 2015). Conceito de procurar. Conceito.de. https://conceito.de/procurar