Conceito.de

Conceito de psicodrama

Escutar o artigo

O Austríaco Sigmund Freud foi o criador da psicanálise, uma metodologia desenvolvida para estudar e tratar dos transtornos da mente. Esta doutrina coloca o inconsciente os motivos que produzem os problemas psíquicos: essas causas, por conseguinte, não são acessíveis para a pessoa, mas podem ser detectadas por um psicanalista através de uma terapia.

psicodrama
A psicoterapia permite que o tratamento ocorra através da intervenção de vários atores terapêuticos

Dá-se o nome de psicodrama à técnica da psicanálise que consiste em fazer com que os pacientes representem cenas dramáticas vinculadas aos seus distúrbios mentais. Por norma, estas representações decorrem como parte de uma terapia em grupo, ainda que também haja quem aplique o psicodrama em terapias individuais.

Jacob Levy Moreno (1898–1974), um psiquiatra nascido na Roménia, criado na Áustria e radicado nos Estados Unidos, é considerado o pai do psicodrama. Através do psicodrama, Moreno sustenta que se passa da atuação verbal à ação, fazendo com que o paciente não fique isolado mas antes tratado dentro de um grupo. Cabe dizer que Levy foi estudante de medicina em Viena, entre os anos de 1909 a 1917.

Aquilo que permite a psicoterapia é que o tratamento aconteça a partir da intervenção de vários atores terapêuticos. O paciente já não se limita a falar dos seus problemas: também os representa num cenário. Isto permite explorar diversos aspectos do conflito patológico que, de outra forma, não aflorariam.

Os psicanalistas que promovem o psicodrama defendem que a técnica permite que a pessoa compreenda as suas emoções com maior profundidade e que experimente diferentes respostas face ao problema. Deste modo, pode desenvolver uma aprendizagem que lhe possibilite assumir um papel diferente.

Da mente para fora

No psicodrama, o indivíduo pode, por exemplo, fazer a representação de sonhos que teve, de situações que se tenha vivenciado não por completo, de lembranças e também de conflitos que haja em seu interior, por exemplo. Ainda, esse método pode ser usado como um meio para lidar com coisas com as quais a pessoa terá que encarar futuramente.

E para isso o indivíduo criará enredos, desenvolverá personagens, entre outras coisas.

Gestos, imaginação, cultura, enfim, todos esses elementos reúnem-se no psicodrama para proporcionar a contextualização do problema do indivíduo e seus conflitos.

Como o psicodrama é apoiado em algo que acontece naquele momento, então todos os envolvidos são investigadores, tanto quem dirige o psicodrama quanto quem atua nele.

O que esse método faz é ajudar também o indivíduo a liberar a sua criatividade.

O surgimento do psicodrama

conceito de psicodrama
O psicodrama traz para fora o que existe na mente de uma pessoa

O psicodrama surgiu através do chamado Teatro de Improviso. Levy decide então fundar o Teatro da Espontaneidade, onde ele convidava as pessoas que viam seus espetáculos para que criassem a sua própria história, encenando-a de maneira espontânea.

Contando mais sobre isso, o Teatro da Espontaneidade foi inaugurado por Levy em 1922, quando ele fez a locação de um espaço para realizar seus espetáculos que tinham como foco apresentar situações do cotidiano. E durante muitas noites ele se apresentava naquele local, juntamente com outros atores. O público costumava participar ativamente, o que levou Levy a desenvolver o que se conhece hoje como psicodrama.

E com isso ele ajudaria as pessoas a terem uma nova percepção de si mesmas, como ainda passariam a entender melhor as outras pessoas também.

O que esse método faz é trazer para o meio físico o que há na mente de uma pessoa. E o representar de papéis serve para isso, atuando como um meio de diagnóstico e também de tratamento para esse indivíduo que o faz.

Processo do psicodrama

Para se iniciar o processo de psicodrama, o terapeuta começa discutindo com o grupo sobre o que poderá ser abordado ali.

E é nesse momento também que as pessoas que participarão do processo criam um ambiente para entrosamento. É feito em seguida um aquecimento para depois se começar a dramatização.

Na dramatização, é necessário que cada indivíduo ali explore os sentimentos e emoções de forma verdadeira.

Depois do processo concluído, as pessoas ali juntam-se e cada uma delas comenta sobre a experiência.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (22 de Agosto de 2015). Conceito de psicodrama. Conceito.de. https://conceito.de/psicodrama