Conceito.de

Conceito de pupa

Escutar o artigo

Pupa trata-se de um estado dos insetos que realizam a metamorfose. Um estado que atravessam certos insetos (conhecidos pelo nome de holometábolos) durante o processo de metamorfose pode mencionar-se pelo nome de pupa. Trata-se da etapa que começa quando o inseto deixa de ser uma larva e ainda não passou à fase adulta. Como se trata de uma fase de desenvolvimento, se a pupa abrir antes do tempo, o inseto morre.

pupa
A pupa é uma frase pela qual passam vários insetos

Enquanto dura o estado de pupa, o inseto mantém-se fechado, não se move e nem sequer se alimenta; noutras palavras, trata-se de um estado de aparente inatividade. Aos poucos, começa a desenvolver a sua asas e patas e adquire a estrutura que terá quando for adulto.

A pupa, em algumas espécies de mariposas, recebe o nome de crisálida. Durante essa etapa, as crisálidas pendem de uma espécie de seda que produz a larva. A sua duração no caso destes insetos é de cerca de duas semanas, mas isto pode variar conforme a espécie. Efectivamente, algumas o estendem para aguardar as condições ambientais mais adequadas às suas necessidades; tal é o caso dos insetos que passam em estado de pupa todo o Verão ou Inverno, dependendo das suas características fisiológicas.

A crisálida possui um aspecto especialmente vistoso e, dado que tende a ser superficial, é o exemplo mais fácil de encontrar ao pensar no conceito de pupa. O pedúnculo de seda que produz a larva para que penda a crisálida chama-se cremaister e costuma esconder-se entre as folhas para estar protegida de potenciais ataques.

Diversas mariposas nocturnas e as traças desenvolvem uma pupa diferente, mais escura e enterrada no solo ou envolta num casulo. O bicho-da-seda gera o mais conhecido destes casulos, e para isso utiliza um fio sedoso bastante comprido. As moscas muscomorfas, por sua vez, produzem um pupário, ou seja a larva encontra-se dentro do seu exosqueleto durante a sua última fase para se proteger.

Alguns insetos ocultam-se enquanto se encontram a meio desta etapa de reestruturação, durante a qual o seu organismo muda drasticamente. Os mosquitos ao contrário de outros insetos, esses sim possuem mobilidade enquanto se encontram na pupa, o que é necessário para evitar os seus predadores.

O processo de pupação

conceito de pupa
É importante que o animal esteja em seu casulo e não seja incomodado durante a pupa

É chamado de pupação o processo onde a larva está a transforma-se em casulo e logo depois chega a fase a adulta. E ainda existem diferentes tipos de pupas (por exemplo: a pupa livre ou exarada e a pupa obtecta).

Durante a pupação, as estruturas larvais passam a se quebrar e depois disso surgem as primeiras estruturas desse inseto na fase adulta, tais como as asas.

Dentre os meios que o adulto utiliza para emergir do casulo estão: mastigar a pele da pupa, a dividir ou mesmo eliminar um tipo de fluido que deixa a pupa mais macia e fácil de ser rompida.

A crisálida das borboletas e o casulo das mariposas são alguns dos estágios de pupa mais comumente reconhecidos. É por isso que muitos acabam chamando-a por esses nomes também.

E tanto um como outro desse citados podem ser encontrados pendurados em galhos ou arbustos, escondidos em folhas enroladas, entre outros locais.

No momento em que acontece a pupação e o animal encontra-se em seu casulo, é necessário que esse não seja incomodado, pois qualquer tipo de perturbação nessa fase pode levá-lo a morrer. É importante que o clima e o isolamento sejam os mesmos que ele optou quando começou esse processo para formar o casulo. É por isso que ele costuma escolher locais que considera seguros e apropriados.

Exemplo da pupa de uma borboleta

Para que se entenda melhor sobre a pupação, vejamos a seguinte situação:

– A borboleta passa pela fase de pupa, sendo que para ela são quatro etapas;

– Tem-se como primeira etapa a de nascimento dela, que é a partir de um ovo;

– Logo depois vem a fase em que ela é uma larva;

– E é agora que vem a fase em que ela se desenvolve e inicia o processo de pupa, que também é chamado de crisálida;

– Depois disso vem a fase em que ela se transforma em borboleta, e que passa a voar e aproveita seu tempo de vida, que é curto.

Uma das curiosidades é que, enquanto tudo isso acontece, uma série de questões genéticas agem sobre a composição do corpo da borboleta, fazendo com que ela até mesmo mude a sua cor.

É importante também citar que uma larva amarela não irá necessariamente fará com que surja uma borboleta amarela, dado que existe uma combinação de fatores biológicos que precisam coincidir nestes casos.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (31 de Janeiro de 2016). Conceito de pupa. Conceito.de. https://conceito.de/pupa