Conceito.de

Conceito de raio iónico

Raio é um conceito que admite diversas acepções. Neste momento, interessa-nos usar o termo como sendo a metade do diâmetro de uma circunferência. Iónico, no que lhe diz respeito, é um adjectivo que se refere àquilo que está associado ao ião (um átomo ou conjunto deles que ganha carga eléctrica, seja ganhando, seja perdendo electrões).

A noção de raio iónico pode entender-se a partir do raio atómico. O raio atómico é a distância média existente entre os núcleos de dois átomos vinculados através de um enlace covalente. No caso do raio iónico, trata-se do raio que existe depois de o átomo ter obtido ou cedido electrões. Por isso, este raio está associado aos iões.

Um ião, como vimos, tem carga, que pode ser negativa ou positiva. A sua origem reside na tendência de os elementos químicos se assemelharem ao gás nobre que se encontra mais perto. As substâncias com carga positiva recebem o nome de catiões, ao passo que as substâncias com carga negativa são os aniões.

Aquela espécie que perdeu um electrão, dispõe de um raio iónico menor em comparação com o raio atómico, uma vez que os electrões têm uma maior atracção para com o núcleo. Em contrapartida, a espécie que somou um electrão, tem um raio iónico maior do que o raio atómico (o electrão incorporado não está muito atraído pelo núcleo).

Enquanto o raio iónico cresce a par da redução de um grupo, é difícil estabelecer uma tendência relativamente aos períodos, pelo facto de estes dependerem dos iões e haver elementos com vários iões possíveis.