Conceito.de

Conceito de rajada

Dá-se o nome de rajada ao vento de grande intensidade que dura pouco tempo e que aparece de forma repentina. O vento implica a circulação e o deslocamento de gases: quando a velocidade do vento aumenta abruptamente por um lapso reduzido, dá-se uma rajada.

Exemplos: “Uma rajada derrubou a antena telefónica, que caiu sobre em cima do tecto de uma escola”, “Quando chegamos acima dos zero graus, as rajadas de vento impediam-nos de caminhar normalmente”, “Ontem, quando estávamos na praia, uma rajada fez com que o guarda-sol levantasse”.

A intensidade do vento pode provocar diversos danos. O problema das rajadas é que estas representam um aumento repentino dessa intensidade, que é uma coisa que pode apanhar qualquer um de surpresa. Por outro lado, surgindo uma rajada, pode fazer com que o ar bata com muita força numa estrutura.

Noutro sentido, é usada a noção de rajada em referência a uma série de projécteis disparada por uma arma de fogo: “O líder terrorista foi atacado por uma rajada de metralhadora quando estava prestes a atravessar a fronteira”, “Desde a janela de cima do edifício, alguém disparou e descarregou uma rajada de metralhadora sobre os manifestantes”, “A rajada de disparos destruiu os vidros da sede da Presidência da República”.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (31 de Outubro de 2015). Conceito de rajada. Conceito.de. https://conceito.de/rajada