Conceito de rede de apoio


Jan 01, 16

O conceito de rede tem diversas acepções. A partir do seu significado mais amplo (uma rede é uma estrutura que tem um padrão que a caracteriza e que possibilita a inter-relação dos seus nós), se podem desprender diferentes noções que levam a diferentes tipos de redes. Apoio, por sua vez, deriva de apoiar: suster algo, ajudar a mantê-lo, sustentá-lo.

Uma rede de apoio, por conseguinte, é uma estrutura que dá algum tipo de contenção a algo ou alguém. A ideia costuma referir-se a um conjunto de organizações ou entidades que trabalham de maneira sincronizada para colaborar com alguma causa.

Ao existir uma rede de apoio, aquele que precisa de ajuda recebe uma contenção integral. Dito de outra forma: o problema em questão é atacado desde diversos sectores, o que permite aperfeiçoar o tratamento.

Um exemplo de rede de apoio é a estrutura que formam várias organizações e profissionais que cooperam para dar apoio a mulheres que são liberadas de uma rede de trata. Estas mulheres, ao recuperarem a sua liberdade, enfrentam uma série de problemas que dificultam a sua reinserção na sociedade. Uma rede de apoio pode incluir psicólogos e médicos que se encarregam do tratamento físico e psíquico; consultoras que colaboram para que as mulheres possam arranjar um emprego; uma organização que facilita uma casa temporária: advogados que apoiam legalmente a vítima, etc.

Um projecto produtivo impulsionado por uma cooperativa, por outro lado, pode recorrer a uma rede de apoio formada por organizações não-governamentais e gabinetes do governo que contribuam à gestão do empreendimento.