Conceito de rumor


Fev 14, 16

Um rumor é uma informação cuja veracidade é questionada ou não se pode corroborar. Por norma, os rumores ocorrem e transmitem-se entre as pessoas embora às vezes sejam propagadas pelos meios de comunicação.

Os rumores costumam surgir para condicionar o pensamento ou o comportamento das pessoas com uma finalidade. Apesar de, pelo menos numa primeira fase, não se poder confirmar a sua veracidade, os comentários não tardam em reproduzir-se já que costumam ter impacto ou ser polémicos.

Um partido político opositor a um governo, por exemplo, podem lançar rumores sobre supostos factos de insegurança com o intuito de causar um clima adverso e provocar mal-estar na população. Desta forma procura obter um rédito para capitalizar nas seguintes eleições.

Embora os rumores tendem a difundir-se de boca em boca, actualmente, as redes sociais têm um papel muito importante. É habitual que as pessoas partilhem ou reenviem rumores sem se preocuparem por confirmar a sua veracidade.

O jornalismo era caracterizado por divulgar unicamente informação confirmada ou verificada. Os jornalistas, deste modo, construíam a sua credibilidade com base na sua capacidade para confirmar e divulgar dados reais. Nos últimos tempos, no entanto, muitos meios de comunicação começaram a propagar rumores como parte da sua oferta informativa. Deste modo, quem conduz o noticiário de televisão pode anunciar: “Correm rumores de que o primeiro-ministro pretende apresentar a sua demissão”, “Último momento: dizem que o jogador francês poderá perder o torneio devido a um problema físico”, “Há rumores muito fortes sobre a venda da empresa nacional a um grupo investidor”.

Este fenómeno do “rumor enquanto notícia” é cada vez mais comum nos meios de comunicação, embora se dê especialmente em certos sectores, como é o caso do mundo do espectáculo. O que seria da maioria das revistas, programas de televisão e sítios da Internet dedicadas às vidas dos famosos se não fossem os rumores? Por mais dinheiro que uma pessoa tenha, por muitas propriedades e acções em empresas multinacionais que possua, nenhuma vida é tão interessante como para atrair as atenções do público todos os dias, a menos que não seja ligeiramente retocada —ou muito, conforme o caso.

Neste contexto, os rumores costumam girar em torno das infidelidades entre os casais, os planos de casamento ou divórcio, as gravidezes não anunciadas e a decisão de deixar os cenários, entre outros temas. Cabe destacar que um rumor pode ser inocente ou malicioso; este último grupo, o mais comum na farândola, inclui dados falsos acerca da forma de ser de uma pessoa (dizer que é muito difícil trabalhar com ela por causa da sua soberba e prepotência, por exemplo), do seu estado de saúde (comentar que este gravemente doente ou mesmo que faleceu) ou da sua situação económica (espalhar uma noticia falsa acerca da sua suposta falta de dinheiro).

Outro âmbito no qual os rumores são moeda corrente é a indústria do videojogo, e aqui também se encontra informação de fontes pouco fiáveis ou anónimas que tentam prejudicar a imagem das diferentes empresas, mas também existem os rumores inocentes, que simplesmente aparecem para aumentar a euforia dos fanáticos quando está prestes a começar algum evento importante ou o lançamento de jogos e consolas.

Muitos jogadores desfrutam de ler rumores quando sabem que a sua companhia favorita está por anunciar um novo dispositivo ou um jogo, já que a perante a falta de informação oficial estes dados servem de distracção e destapam todo o tipo de polémicas nas redes sociais. Entre a grande quantidade de rumores, há sempre informação verídica, fornecida por aqueles que dispõem dos contactos adequados, mas às vezes é muito difícil distingui-la da restante.