Conceito.de

Conceito de sexologia

Escutar o artigo

A sexologia é uma área que estuda sobre a sexualidade dos seres humanos. E é algo que teve sua abordagem iniciada no final do século XIX, ainda que já no período grego se tinha um interesse por esse tema, qual encontrava-se em alguns pergaminhos.

sexologia
A sexologia é uma ciência que trata de questões relacionadas ao sexo

Mas a sexologia não estuda apenas o ato sexual, como também outros aspectos que o rodeiam, tais como: crenças, interesses sexuais, inseguranças, disfunções sexuais, entre outros.

O profissional que atua nessa área é chamado de sexólogo (ou sexóloga para as mulheres). Um sexólogo faz a investigação da origem dos problemas que possam comprometer a saúde sexual e apresenta soluções adequadas para cada pessoa. Um sexólogo recebe os pacientes no consultório, mas com a disseminação da tecnologia, há também as consultas online.

Alguns problemas referentes a disfunções sexuais femininas são o vaginismo, a anorgasmia, a perturbação do orgasmo e a aversão sexual. Já nos homens, ainda que haja alguns problemas similares aos das mulheres (como a dispareunia), se pode destacar problemas específicos como a disfunção erétil, a anejaculação e a ejaculação precoce.

Um exemplo de como a sexologia pode ajudar no comportamento sexual seria quebrando tabus, tanto para homens quanto para mulheres, que são impostos pela sociedade. E como a mente pode interferir de forma direta na vida sexual, isso (tabu) ainda atrapalharia o desempenho físico de uma pessoa.

Sexo e sexualidade

Para entender sobre a sexologia, cabe entender sobre o conceito de sexo e de sexualidade, muito confundidos como sendo sinônimos.

Mas enquanto o sexo diz respeito as características fisiológicas e físicas, que ajudam a distinguir um homem de uma mulher, a sexualidade trata das conexões afetivas, lidando com o toque e o ser tocado, se expressando na forma de sentir, nas descobertas e no prazer que é gerado por tudo isso.

A sexualidade é algo que é influencia por diversos fatores como: fatores biológicos, psicológicos, econômicos, sociais, culturais, eróticos, religiosos, etc.

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), a sexualidade se trata de um elemento essencial para o bem-estar físico e mental das pessoas.

Características da sexologia

O sexo encontra-se inserido na vida dos seres humanos desde a sua origem. E ele, junto com a sexualidade, molda o modo como os indivíduos veem a si mesmos e aos demais, além de intervir na formação da moral, dos valores e da ética. E a sexologia é tratada como uma psicologia que atua para entender essas manifestações sexuais dos homens e das mulheres.

Essa área atua estudando o comportamento, o pensamento e a emoção dos seres humanos quanto ao sexo. E nisso se foca tanto nos aspectos fisiológicos quanto nos médicos, sociais e psicológicos, por exemplo. Ou seja, há distintas áreas que interferem ou são interferidas de algum modo pelo sexo.

Na sexologia é ainda abordado sobre o controle de natalidade e sobre a prevenção de doenças que são transmitidas por meio do ato sexual.

Sexólogos: tipos de especialistas

E sobre os sexólogos, há diferentes tipos desses profissionais, como os listados a seguir:

Sexólogo clínico: esse especialista é o responsável por cuidar das questões referentes a distúrbios, disfunções e outras. Desse modo, se há alguém com disfunção erétil, baixa libido (pouco desejo sexual), vaginismo ou ejaculação precoce, essa pessoa deve procurar esse especialista. O sexólogo clínico ainda pode realizar aconselhamento para casais;

Sexólogo forense: ele trata de problemas sexuais que tenham se originado por traumas, transtornos de sexualidade e outros.

Sexologia e terapia sexual

conceito de sexologia
Um sexólogo é quem ajuda a tratar os problemas relacionados a saúde sexual

Na sexologia, há a terapia sexual que tem por objetivo melhorar a sexualidade do casal. E essa terapia foca ainda na sexualidade de cada um deles, ou seja, atua também de modo individual.

Há bastante diálogo no processo a fim de melhorar a comunicação entre o casal, tratando também questões psicológicas que possam comprometer o relacionamento. E se existirem problemas físicos, então o sexólogo fará o encaminhamento do paciente para um médico clínico.

Mas a terapia sexual é também indicada para quem não possua problemas no relacionamento. Nesse caso, ela tem o objetivo de fazer a pessoa conhecer o seu corpo melhor, conseguindo, então, melhorar sua vida sexual.

Cabe também citar que a sexologia se trata de um tema que é muito abordado por psiquiatras e psicólogos. E isso se deve ao fato de que ela influencia distintos elementos da vida como sentimentos, saúde física e mental, pensamentos e outros.

Sigmund Freud, um médico neurologista e conhecido como pai da psicanálise, foi quem começou a realizar investigações sobre o que provocava os problemas e disfunções referentes ao sexo.

Freud costumava receber pacientes que relatavam problemas relacionados com a sexualidade, então passou investigar a cauda disso a partir da infância, abordando sobre a sexualidade infantil. O psicanalista acreditava que era importante abordar sobre isso na fase da infância, do contrário haveria problemas para esse indivíduo na fase adulta. Inclusive, Freud cria que não abordar sobre isso ainda poderia gerar problemas de neurose.

Citação

SOUSA, Priscila. (29 de Dezembro de 2022). Conceito de sexologia. Conceito.de. https://conceito.de/sexologia