Conceito.de

Conceito de sinartrose

Escutar o artigo

Sinartrose é o nome que recebe toda a articulação que careça de movimento. Convém recordar que, na área da anatomia, uma articulação é o enlace que existe entre um osso e outro ou entre um osso e uma cartilagem.

As articulações, por conseguinte, unem diferentes elementos do esqueleto e permitem o desenvolvimento de movimentos de tipo mecânico. É possível classificar as articulações de diversas maneiras: quando se classificam de acordo com a sua função, surge o conceito de sinartrose.

Neste sentido, uma sinartrose é uma articulação sem mobilidade. A articulação cujos movimentos são limitados tem o nome de anfiartrose, ao passo que as articulações com maior amplitude de movimento recebem a denominação de diartrose.

As sinartroses unem ossos através de um tecido fibroso. A sua mobilidade, deste modo, é determinada a partir da largura das fibras deste tecido. Pode-se encontrar sinartrose no crânio, unindo o temporal, o frontal, o occipital e o parietal.

O estudo das articulações é feito pela área da anatomia conhecida como artrologia. E através dela sabe-se que a união de duas ou mais estruturas (cartilagens, ossos e tecidos fibrosos) podem ou não permitir movimentos, segundo as características das articulações e dos tipos de tecidos.

Nisso, há três tipos de articulações: sinartrose, anfiartrose e diartrose. Conforme já citamos aqui.

Sendo que a sinartrose é composta por tecido fibroso, por conta disso é uma articulação imóvel ou com grau de movimento baixo. E dela advém três tipos:

– Sindesmose: o tecido fibroso nesse tipo de articulação possui pouca densidade e permite que os ossos tenham apenas uma ligeira mobilidade entre eles. A sindesmose é encontra somente na articulação tíbio-fibular distal;

– Gonfose: esse tipo de articulação possui num encaixe ósseo um processo cônico. A gonfose somente é encontrada entre as raízes dos dentes e também entre os alvéolos da mandíbula e do maxilar;

– Suturas: são encontradas entre os ossos do crânio e possuem um aspecto de linha ondulada.

Uma sinartrose carece de cavidade articular e de cápsula sinovial. Ao não ter movimento ou unicamente poder realizar movimentos bastante limitados, a sua função costuma estar relacionada com a protecção e a servir de suporte dos ligamentos e dos músculos. As sinartroses também são consideradas o ponto que permite o crescimento dos ossos.

Dependendo do tecido de suporte e ao tipo de união, pode-se dividir as sinartroses em sinfibrose, sinostose ou sincondrose. Entre as sinfibrose, por outro lado, distingue-se a sinfibrose harmónica, a sinfibrose escamosa, a esquindilese e a gónfose.

Quanto as características da sinartrose, ela tratar-se de uma condição fisiológica normal. A principal característica desse tipo de articulação é a ausência da cavidade articular e a cápsula sinovial, diferente dos outros tipos de articulações onde existe mobilidade.

Existem alguns casos em que ocorre a sinartrose em regiões anatômicas onde não deveria acontecer, por conta de falhas genéticas. Nesse caso o que há é uma patologia.

Vale ainda mencionar que há a sinartrose quando os ossos estão em crescimento. Ela é também chamada de articulação sinartrótica. Depois que o crescimento está completo, então acontece a sinostose, que é quando os ossos se juntam por meio da ossificação do tecido.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (11 de Julho de 2016). Atualizado em 21 de Julho de 2019. Conceito de sinartrose. Conceito.de. https://conceito.de/sinartrose