Conceito de sistema endócrino


Abr 18, 14

Dá-se o nome de sistema ao módulo ordenado de elementos interrelacionados que interagem entre eles. Estes elementos podem ser reais (físicos) ou conceptuais (abstractos).

Endócrino, por sua vez, é um adjectivo que se utiliza na biologia em referência àquilo que pertence ou que é relativo às hormonas ou às secreções internas. Quando aplicado às glândulas, o termo refere-se àquelas que vertem os produtos que segregam directamente no sangue.

O sistema endócrino, por conseguinte, é formado pelo conjunto das glândulas de secreção interna. Os seus componentes são órgãos que segregam hormonas, as quais são vertidas na corrente sanguínea e encarregam-se de regular as diversas funções do corpo.

O crescimento, o metabolismo, as funções dos tecidos e o estado de humor, por exemplo, estão regulados pelas hormonas. O sistema endócrino permite a comunicação celular que, perante os estímulos, responde libertando hormonas e impulsionando as diversas funções metabólicas do organismo.

Entre as glândulas que fazem parte do sistema endócrino, pode-se destacar a tiróide, a hipófise e a supra-renal. A glândula da tiróide encontra-se na parte da frente do pescoço, acima da traqueia. É composta por dois lóbulos unidos por um istmo, produz proteínas e regula a sensibilidade corporal a outras hormonas.

A hipófise, igualmente conhecida como glândula pituitária, encontra-se na base do crânio e tem a função de regular a homeostasia. As glândulas supra-renais, por sua vez, encontram-se acima dos rins e tratam de regular a resposta face ao stress a partir da síntese de catecolaminas e corticosteróides.