Conceito de subcultura


Out 17, 12

A noção de subcultura é bastante habitual na sociologia e na antropologia. O conceito é utilizado para fazer referência a um grupo de pessoas, geralmente minoritário, com um conjunto de características próprias (comportamentos e crenças), que representa uma subdivisão dentro de uma cultura dominante da sua comunidade.

Pode-se dizer que a subcultura é um grupo diferenciado dentro de uma cultura. Os seus membros podem reunir-se por diversos motivos, como a idade, a etnia, a identidade sexual, os gostos musicais ou a estética, entre outros.

É comum uma subcultura definir-se a si mesma por oposição à cultura dominante. Há ocasiões, no entanto, em que essa oposição não é radical.

Os membros de uma subcultura tendem a compartilhar uma aparência similar que os identifica, podendo ser um determinado penteado (a crista, no caso dos punks, por exemplo) ou ainda a cor da roupa (preta, no caso dos góticos). No seio de uma subcultura é hábito falar-se um dialecto particular ou usar termos pouco frequentes noutros grupos.

A aparição de uma subcultura fica estabelecida pela existência de símbolos compartilhados. Isto diferencia os simples grupos de pessoas que se reúnem por gostos comuns das subculturas, onde existe um interaccionismo simbólico. No caso da subcultura gótica mencionada acima, os seus integrantes usam roupa preta e maquilhagem branca para transmitirem o seu cepticismo e a sua falta de esperança quanto ao desenvolvimento da humanidade.

Por fim, entende-se por tribo urbana qualquer grupo de pessoas que age como uma subcultura dentro de uma cidade.