Conceito.de

Conceito de taquipneia

Escutar o artigo

Taquipneia, ou respiração acelerada, é o nome que recebe o aumento da frequência ou ritmo respiratório. Esta frequência alude ao número de respirações (inalações e exalações) que uma pessoa realiza durante um período de tempo definido.

O sistema nervoso trata de regular este ritmo, que geralmente se mede em quantidade de respirações por cada minuto. A taquipneia ocorre quando o número de respirações por minuto supera a quantidade considerada normal no que toca à idade e ao estado de repouso ou atividades do sujeito. Se o ritmo, em contrapartida, encontra-se abaixo do habitual, fala-se de bradipneia.

No caso dos adultos, defende-se que o ritmo normal de respiração se situa entre as 12 e as 20 respirações por minuto. Esse número pode elevar-se a 45 respirações por minuto quando a pessoa está a realizar uma atividade física de intensidade moderada, e inclusivamente, ultrapassar as 60 respirações por minuto no caso dos atletas submetidos a grandes esforços.

Estes valores revelam que a taquipneia é diagnosticada se um adulto em estado de repouso ou a fazer exercício físico leve supera as 20 respirações por minuto. Quando aparece a taquipneia, o indivíduo respira de maneira superficial e com grande rapidez. Este fenômeno pode obedecer a diferentes tipos de doenças que um médico deve diagnosticar e tratar.

Em caso de taquipneia após a realização de algum esforço físico ou exercício, ela é algo inofensivo e a respiração logo retorna ao seu estado normal.

Existem dois motivos principais para que haja uma taquipneia, o primeiro deles é devido ao sistema respiratório não estar recebendo oxigênio suficiente e o segundo motivo é devido a que esse oxigênio não está sendo enviado devidamente para o coração pelo sistema respiratório.

Dá-se o nome de taquipneia transitória do recém-nascido a um problema que tem lugar quando o edema pulmonar do feto persiste depois do nascimento. Isto pode provocar uma taquipneia de até 160 respirações por minuto, quando o habitual nos recém-nascidos é que não se ultrapassam as 60 respirações por minuto.

Por conta da presença de líquido nos pulmões do bebê, eles tem chances de terem esse tipo de respiração. E por conta desse líquido nos pulmões, se as mães tiverem diabetes ou asmas, então o bebê pode correr riscos durante o nascimento

Acredita-se que a taquipneia em recém-nascidos possa fazer com que a criança tenha maiores chances de desenvolver asma. Essa respiração rápida nos bebês recém-nascido costuma durar entre dois a três dias, caso ocorra por mais tempo então é necessário que os pais consultem um especialista para fazerem uma avaliação no bebê, pois pode haver algum caso de pneumonia, anemia, etc.

A taquipneia pode ser causada por diferentes motivos, entre os quais está a presença de doença pulmonar.

Contudo, há também outras doenças respiratórias e também cardíacas que podem ocasionar em taquipneia, dentre as quais: asma, enfisema, algum tipo de doença cardíaca que possa limitar o fluxo de oxigênio ou de sangue para o coração, meningite, alergias, entre outras. E, nesses casos, geralmente costuma-se dar prioridade ao tratamento da causa ao invés do tratamento do sintoma (a respiração acelerada), mas costuma haver também um tratamento para o sintoma.

Mas é importante relatar que essa condição também pode ser causada por alguma doença que seja potencialmente mais fatal.

Citação

Equipe editorial de Conceito.de. (25 de Setembro de 2016). Conceito de taquipneia. Conceito.de. https://conceito.de/taquipneia