Conceito.de

Conceito de respiração

Do latim respiratĭo, respiração é a acção e o efeito de respirar (absorver o ar, tomar parte das suas substâncias e expulsá-lo modificado). O termo também é usado para fazer alusão ao ar que se respira.

Por exemplo: “A altura dificulta a respiração e complica a realização de actividades físicas”, “Está-me a custar a respirar, vou precisar de sair daqui”, “Uma pancada no estômago afectou-me a respiração e acabei por cair ao chão”.

Para os seres vivos aeróbios, a respiração é um processo fisiológico indispensável para a vida. Trata-se de um sistema de troca de gases com o ambiente que se pode desenvolver de várias formas (por via pulmonar, branquial, cutânea, etc.).

Os seres humanos recebem o oxigénio através da inspiração e exalam dióxido de carbono. No momento do nascimento, depois de ser cortado o cordão umbilical, o acto de respirar é a primeira acção independente do recém-nascido. Convém destacar que, por mais que possamos passar vários dias sem comer ou beber, já o mesmo não podemos dizer do ar, pois não podemos ficar mais do que uns poucos minutos sem respirar.

A respiração artificial é um conjunto de manobras que podem incluir o recurso a aparelhos externos e que procuram reestabelecer ou manter a respiração de uma pessoa após um acidente (paragem respiratória). A respiração boca-a-boca é um exemplo de respiração artificial.

Por fim, entende-se por respiração a entrada e a saída do ar de um lugar fechado.