Conceito de diafragma


Jul 19, 17

O vocábulo latino diáphragma chegou ao latim sob a designação de diaphragma que, por sua vez, na nossa língua, derivou em diafragma. O conceito admite diversas acepções de acordo com o contexto.

Denomina-se diafragma a membrana composta por fibras musculares que procura separar a cavidade abdominal da cavidade torácica. Este tecido está presente no corpo de todos os mamíferos.

O diafragma intervém na respiração, tanto na inalação como na exalação. Ao inalar, produz-se a contracção do diafragma, que ajuda a aumentar o espaço que se encontra disponível na cavidade torácica e permite a passagem do ar para os pulmões. Ao exalar, em contrapartida, relaxa-se o diafragma e o ar é expulsado.
Outras actividades fisiológicas, como a excreção da urina e as fezes ou a acção de vomitar, também são desenvolvidas com a participação do diafragma.

Na área da óptica e da fotografia, um diafragma é um elemento que permite à objectiva a possibilidade de administrar a quantidade de luz que entra para a câmara. A abertura do diafragma, por conseguinte, pode ajustar-se para que o meio fotossensível receba mais ou menos luz.

Outro uso da noção de diafragma é usado na contracepção. Trata-se de um método criado em finais do século XIX, que consiste num disco flexível que se situa no colo do útero para impedira entrada dos espermatozóides.

Aos diafragmas é-lhes atribuído um espermicida para aumentar a sua eficácia. É importante ter em conta que este dispositivo não protege das doenças transmitidas sexualmente. Além do mais, aumenta o risco de padecer de uma infecção urinária.