Conceito.de

Conceito de tradição

Do latim traditĭo, a tradição é o conjunto de bens culturais que se transmite de geração em geração no seio de uma comunidade. Trata-se de valores, costumes e manifestações que são conservados pelo facto de serem considerados valiosos aos olhos da sociedade e que se pretende incutir às novas gerações.

A tradição, por conseguinte, é algo que se herda e que faz parte da identidade cultural e social. A arte característica de um grupo social, nomeadamente a sua música, as suas danças, os seus contos e provérbios, faz parte do que é tradicional, à semelhança da gastronomia.

O folclore e tudo o que é considerado como fazendo parte da sabedoria popular também pertencem à tradição. Convém destacar que, muitas das vezes, a tradição é associada ao conservadorismo, pois implica manter, ao longo do tempo, determinados valores. Neste sentido, tudo aquilo que não é tradicional pode ser encarado como algo de estranho ou não convencional.

Uma tradição bastante conhecida é a tradição dos esquimós. Conta-se que esse povo, que não pertence a nenhuma nação e não se consideram como uma unidade, existe desde a idade pré-histórica. Os esquimós vivem em casas de gelo e estão em locais com temperatura que chegam a até -45º.

Outro exemplo de tradição seria o Halloween que acontece nos Estados Unidos e onde as pessoas saem para pedir doces de porta em porta. Nessa tradição, que existe há muitas décadas, as pessoas se fantasiam e há uma frase dita que é “doce ou travessura?”, onde se o dono da casa se negar a dar doces, então é feita uma travessura como jogar rolos de papel higiênico sobre a casa da pessoa.

Assim, uma tradição significa algo que é passado adiante, ela é a transmissão de memórias, de crenças e até mesmo de lendas. Contudo, para que algo seja estabelecido como uma tradição é necessário algum tempo (na verdade, bastante tempo) a fim de que aquilo se torne um hábito, um costume. Assim, uma tradição não pode ser algo criado em pouco tempo.

E a tradição existe nos mais variados contextos, por exemplo seria: pode haver uma tradição familiar que é quando algo é passado de pai para filho, para neto, etc. E há também tradições que são pertencentes a um grupo ou cultura. Por fim, existem ainda as tradições religiosa que contemplam costumes existentes numa religião e que são transmitidos para seus membros. Nisso, temos a tradição cristão, a tradição do hinduísmo, tradições budistas, entre outras.

Os sociólogos assinalam, porém, que a tradição deve ser capaz de se renovar e de se atualizar de modo a manter o seu valor e a sua utilidade. Posto isto, uma tradição pode perfeitamente adquirir novas expressões sem ter necessariamente de perder a sua essência.

Por exemplo: comer ovos de chocolate na Páscoa ou bacalhau no Natal, almoçar em casa dos pais ou dos sogros ao Domingo ou ainda vestir-se de preto durante o luto são algumas das tradições que ainda perduram em vários países.

No âmbito do direito, a tradição é o ato que consiste em entregar uma coisa a uma pessoa física ou jurídica. Neste sentido, a tradição pode constituir um modo de transferência.