Conceito de turgência


Nov 28, 14

Turgência é um termo que faz referência à característica do turgente. Este adjectivo, por sua vez, refere-se a algo volumoso ou firme. No âmbito da medicina, por outro lado, é qualifica como turgente aquele fluido que produz um inchaço numa determinada região do organismo.

A ideia de turgência, por conseguinte, pode usar-se para designar a pressão que geram alguns líquidos nas paredes celulares e a elasticidade que apresenta a pele devido à pressão dos tecidos.

Conhece-se como turgência da pele na capacidade de este órgão para se expandir e regressar ao seu estado original, o que mostra a sua elasticidade. Ao analisar a turgência, um médico pode determinar se uma pessoa está desidratada.
Um exame rápido de turgência consiste em esticar a pele da mão ou o abdómen durante uns segundos para a levantar. Ao soltá-la, a pele deveria regressar de forma quase imediata para o seu estado habitual, demostrando a sua turgência saudável. Quando o retorno é lento, reflecte uma contracção da turgência e, por conseguinte, um sinal de um problema de saúde.

As duas causas mais comuns de perda de líquidos são os vómitos e a diarreia, mas este fenómeno também tem lugar face a um quadro de diabetes, insolação, perda excessiva de peso ou como consequência de um descenso no consumo diário de líquidos. Nas crianças pequenas e especialmente, os bebés, a mudança é mais drástica e pode acelerar-se com a febre. A turgência deficiente da pele, que ocorre como consequência das situações recém-expostas, também se conhece com o nome de pele pastosa ou diminuição da turgência cutânea.

Outros factores que podem contribuir para o aparecimento de turgência deficiente da pele e que não têm qualquer relação com os líquidos do organismo são a esclerodermia e a síndrome de Ehler’s Danlos, entre outros distúrbios do tecido conectivo que afectam a elasticidade da pele.

Cabe mencionar que para quando se faz evidente a diminuição da turgência, o nível de desidratação costuma ser moderado ou grave (uma deficiência de líquidos em 5% e de 10% do peso corporal, respectivamente), pelo qual é importante tomar as medidas necessárias para não chegar a esse estado.

Nas plantas, também existe um nível de turgência considerado normal. Neste, as células conseguem dilatar-se até um certo ponto pela pressão que sofrem no seu interior, forçando as membranas a mostrar a sua capacidade elástica. Se as células perdem muito líquido, produz-se a sua contracção, que é o que acontece ao murchar a planta. Pode dizer-se que, para crescer, as plantas requerem de uma pressão de turgência que expanda as suas células.