Conceito.de

Conceito de vice-reinado

O termo vice-reinado (ou vice-reino) diz respeito ao cargo que compete ao vice-rei, ao tempo que dura esse cargo e à circunscrição governada por esta autoridade que representa a pessoa do rei nos territórios coloniais.

O vice-rei, por conseguinte, é quem administra e governa em nome do rei. A Espanha baseou grande parte do seu poder nesta figura, uma vez que, devido à extensão das suas colónias e às dificuldades de comunicação, estas terras não podiam ser geridas de forma centralizada.

O vice-rei representava a figura do rei nos territórios que foram colonizados, por exemplo: em províncias mais afastadas ou mesmo em territórios ultramarinos. Uma coisa importante a mencionar aqui é que nem todas as monarquias da Europa usam esse título.

O Vice-reinado da Nova Espanha, por exemplo, existiu entre 1535 e 1821 e abrangia os territórios do Império na América do Norte, na América Central, na Ásia e na Oceania. Antonio de Mendoza foi o seu primeiro vice-rei.

O Vice-reinado do Peru, por sua vez, nasceu em 1542 e esteve em vigor até ao ano de 1824. Houve um vice-reinado (o Vice-reinado de Nova Granada) que existiu em duas etapas: 1717-1723 e 1739-1819.

O Vice-reinado do Rio da Prata (1776-1811) foi o último criado pela Espanha na América, tendo sido Francisco Javier de Elío o último vice-rei.

No vice-reinado do Rio da Prata eram compreendidos os seguintes países: Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai.

Já no vice-reinado do Peru se tinha apenas um país, o Peru, sendo ali o centro do poder da Espanha na América do Sul.

Enquanto isso, o vice-reinado da Nova Espanha compreendia uma boa parte do território que é atualmente do México, mas também compreende algumas regiões que mais tarde foram incorporadas aos Estados Unidos (na região sudeste do país).

Por fim, o vice-reinado da Nova Granada compreendia os seguintes países: Colômbia, Equador e Panamá.

Convém salientar que a Espanha não foi a única monarquia que desenvolveu vice-reinados noutras partes do mundo. Conhece-se como Vice-reinado do Brasil o Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, uma entidade regida pela Casa de Bragança entre 1815 e 1825.

No Brasil, no ano de 1763, o país deixou de ser regido pelo Governo-Geral e passou a ser Vice-Reino, com a mudança da capital de Salvador para o Rio de Janeiro, onde tomou posse o Vice-Rei Conde da Cunha.

A chegada no Vice-Reinado no Brasil, na capital da época Rio de Janeiro, não precisou que houvessem grandes modificações ou de adaptações, pois ela já apresentava um bom crescimento e desenvolvimento e isso elevava sua importância e estava se adaptando para, assim, tomar posse do papel qual lhe era cedido.

Cabe dizer que esse cargo, no entanto, era mais uma honraria do que realmente uma concessão de poder, uma vez que o país não tinha autoridade total sobre a América Portuguesa.

Atualmente, já não existem mais vice-reinados, pelo que o termo está associado aos estudos históricos. Na linguagem informal, o conceito pode ser usado para nos reportarmos a diferentes tipos de domínio que pouco ou nada têm que ver com a organização política ou social de séculos passados.