Conceito.de

Conceito de castelhano

Do latim castellānus, o conceito de castelhano faz referência a quem é natural/nativo de Castela e àquilo que pertence ou que é relativo a esta região da Espanha. Por outro lado, a palavra castelhano é usada como sinónimo de língua espanhola, especialmente para a distinguir das restantes línguas que também se falam no território espanhol.

Neste sentido, o castelhano é uma língua romance do grupo ibérico. Trata-se de um dos seis idiomas oficiais da Organização das Nações Unidas (ONU) e do segundo idioma mais falado do mundo de acordo com o número de falantes que o têm como língua materna. Por outro lado, o castelhano é o segundo idioma mais estudado no mundo, logo a seguir ao inglês.

Esta língua é uma continuação moderna do latim falado (conhecido como latim vulgar), que começou a desenvolver-se na sequência da desintegração do Império Romano. Graças à sua propagação pelo continente americano, o espanhol é a língua neolatina que alcançou maior divulgação.

A maioria dos falantes do castelhano encontra-se na América Latina. De entre os países em que as pessoas são maioritariamente hispanófonas, a Espanha e a Guiné Equatorial são os únicos que não se encontram no continente americano.

Nos Estados Unidos, tendo em conta o aumento da população, verificaram-se grandes progressos desta língua. Aliás, em algumas regiões como Miami, o castelhano é tão falado quanto o inglês. De acordo com o Instituto Cervantes, a quantidade de estudantes de castelhano nos Estados Unidos cresceu cerca de 70% entre 1986 e 1990, reflectindo assim a importância que o idioma passou a adquirir no mundo ocidental.