Conceito de funcionalismo




Set 14, 11 Conceito de funcionalismo

O funcionalismo é uma tendência da arquitectura racionalista moderna que faz prevalecer os elementos formais e práticos. Também se lhe dá o nome de escola linguística dos funcionalistas.

A nível geral, pode-se dizer que o funcionalismo é uma corrente teórica das ciências sociais que surgiu na década de 30 na Inglaterra. A teoria está vinculada a pensadores como Émile Durkheim, Talcott Parsons e Robert Merton, entre outros.

O funcionalismo caracteriza-se por um enfoque empirista que pondera as vantagens do trabalho de campo. Posto isto, é fundamental no desenvolvimento da antropologia científica, com especialistas que têm percorrido o mundo com vista a desenvolver os seus trabalhos.

O etnógrafo Bronislaw Malinowski foi um dos propulsores desta corrente, ao considerar a cultura como sendo um todo integrado, funcional e coerente. Por isso, cada elemento isolado de uma cultura pode ser analisado à condição de os restantes também serem tidos em conta.

A teoria funcionalista tem por base a teoria de sistemas e defende que a sociedade se organiza como um sistema social onde é necessário resolver quatro imperativos fundamentais para a subsistência: a adaptação ao meio envolvente, a conservação do modelo e o controlo de tensões, a persecução da finalidade e a integração pelas diferentes classes sociais.

Nas ciências da comunicação, a teoria funcionalista nasce em inícios do século XX. De acordo com esta concepção, os meios de comunicação têm sempre a intenção de provocar um efeito sobre o receptor (tentando persuadir os espectadores). Os receptores, pela parte que lhes toca, têm um conjunto de necessidades que os meios devem satisfazer.