Conceito de ilustração


Mai 07, 12

Ilustração é a acção e o efeito de ilustrar (desenhar, adornar). O termo permite fazer referência ao desenho, à estampa ou à gravação que adorna, documenta ou decora um livro. Por exemplo: “Este livro tem uma bonita ilustração de um unicórnio”, “As ilustrações do meu mais recente romance foram realizadas por uma artista francesa”. “Ando à procura de um livro que tenha ilustrações de animais para oferecer ao meu filho”.

O verbo ilustrar também pode ser usado como sinónimo de proporcionar mais clareza ao entendimento: “Graças ao doutor, vamos ilustrar sobre epidemiologia”, “Vou ilustrar-vos sobre o assunto através desta conferência”.

Esta acepção do conceito está relacionada com a Ilustração enquanto movimento filosófico que surgiu no século XVIII e que se caracterizou por destacar o predomínio da razão. Ilustração é o nome que recebem este movimento e a época na qual se desenvolveu.

Os pensadores da Ilustração acreditavam que, através da razão humana, era possível lutar contra a ignorância e a superstição. A razão também ajudaria a acabar com as tiranias e a construir um mundo melhor.

Os líderes do movimento estavam convencidos de que eram escolhidos para educar o povo e para liderar as pessoas em prol de um novo tipo de sociedade. A Ilustração defendia que o Antigo Regime e o absolutismo em geral se aproveitavam da ignorância da população para estabelecer o domínio.

Convém destacar que o movimento era antropocêntrico (ao considerar o ser humano enquanto centro das acções), racionalista (a realidade limita-se à experiência sensível) e pragmático (apenas é válido o que é útil).