Conceito de liberalismo




Jan 31, 12 Conceito de liberalismo

O liberalismo é uma doutrina que se baseia na defesa das iniciativas individuais e que procura limitar a intervenção do Estado na vida económica, social e cultural.

Trata-se de um sistema filosófico e político que promove as liberdades civis e que se opõe ao despotismo. A democracia representativa e os princípios republicanos têm por base as doutrinas liberais.

Embora se costume falar do liberalismo como um todo uniforme, é possível fazer a distinção entre vários tipos de liberalismo. O liberalismo económico é o mais divulgado, já que é defendido pelas grandes corporações e pelos grupos económicos de maior envergadura. Visa limitar a intromissão estatal nas relações comerciais, promulgando a redução dos impostos e acabando com os regulamentos.

O liberalismo económico é da opinião que, ao não intervir o Estado, é garantida a igualdade de condições e é estabelecido um mercado competitivo perfeito. A falta de intervenção do Estado, porém, não dá acesso à ajuda social (são cancelados os subsídios, por exemplo).

O liberalismo social, por sua vez, defende a liberdade nos comportamentos privados dos indivíduos e nas suas relações sociais. A legalização do consumo de drogas tem o aval do liberalismo social.

O liberalismo político, por fim, entrega o poder aos cidadãos, os quais elegem os seus representantes de forma livre e soberana. Os funcionários estatais são portanto eleitos pelo poder popular da democracia.

Cada uma destas doutrinas do liberalismo tem, como é óbvio, variantes e defensores mais ou menos acérrimos das liberdades promovidas.