Conceito de mente


Set 08, 14

Do latim mens, o conceito de mente diz respeito a uma dimensão ou a um fenómeno complexo que se associa ao pensamento. Pode definir-se a mente como a potência intelectual da alma.

Exemplos: “Se quiseres resolver este enigma, terás de usar a mente”, “Já tenho em mente que uso vou dar ao dinheiro”, “Basta de estudo por hoje: estou com a mente esgotada”.

A mente implica um conjunto de processos e actividades que se desenvolvem na psique de forma consciente e inconsciente e que, na sua maioria, são de carácter cognitivo. Trata-se de uma faculdade do cérebro que permite ao ser humano compilar informação, analisá-la e extrair conclusões.

Pode-se dizer que a mente é responsável pela criação de pensamentos, pelo raciocínio, pelo entendimento, pela memória, pela emoção e pela imaginação. Todas as habilidades cognitivas de uma pessoa surgem dos seus processos mentais.

É habitual que se estabeleça uma confusão entre cérebro e mente. O cérebro é um órgão que se encontra na cavidade craniana e que apresenta uma grande quantidade de neurónios (células do sistema nervoso). A mente, por sua vez, emerge do cérebro como consequência do funcionamento deste órgão.

Outra forma de entender a mente é como o nexo ou a etapa que existe entre um estímulo que chega ao organismo e uma resposta. A mente encarrega-se do processamento da informação que recebemos, permitindo-nos responder e desenvolver uma determinada conduta.

Mente, por outro lado, é um sufixo (elemento compositivo) que permite formar advérbios a partir de adjectivos: “O caçador aproximou-se lentamente até capturar o animal”, “Falou-lhe suavemente para o tentar acalmar”.