Conceito.de

Conceito de algoritmo

Escutar o artigo

Algoritmo é uma sequência de comandos, instruções ou raciocínios feitos sistematicamente para alcançar um objetivo. “Algoritmo” é um termo que referencia ao matemático árabe do século IX, Al Khowarizmi, que foi o responsável por descrever regras para as equações matemáticas.

Algoritmo
Silhueta de uma mulher pensando

Por meio de um algoritmo, qual possui passos finitos, se consegue resolver um problema ou fazer a execução de uma tarefa.

Exemplos comuns do uso de algoritmos no dia a dia são os manuais de instruções de aparelhos ou as receitas culinárias. Mas quando se usa o termo, é mais comum a sua aplicação em funções matemática ou em páginas da internet e programas.

O termo é mais presente, por tanto, entre programadores, que são profissionais responsáveis pela criação de softwares (programas) para computador e dispositivos moveis, além de páginas da web. Esses profissionais utilizam os algoritmos a fim de dividir problemas em passos que os computadores conseguem realizar para se executar uma determinada tarefa.

Um algoritmo é justificado no resultado qual ele busca, posto isso, ele precisa possuir um objetivo especificado. Então uma sequência de comandos simples pode acabar se tornando mais complexa, a depender dos contextos que se necessite considerar. E isso, por sua vez, faz com que o algoritmo cresça e se torne ainda mais complexo, buscando englobar todas as possibilidades.

E um exemplo do quão importante é o considerar de vários cenários/situações é quando um programa de computador apresenta travamento, isso significa que ele não estava programado para receber aquelas informações, ou seja, ele não estava preparado para processá-las, uma vez que não foram consideradas todas as situações possíveis.

A estrutura de um algoritmo e exemplos de funcionamento

Conceito de algoritmo
Círculo com equações matemáticas ao redor

Os algoritmos surgiram como auxiliadores para se descrever as regras para a elaboração de equações matemáticas, mas nos dias de hoje eles são aplicados em quaisquer sequências de ações onde se busque resolver um problema.

Tudo o que se faz no dia a dia pode converter-se num algoritmo e para isso se necessita apenas que uma ação seja transformada em passos, ou seja, é preciso apenas dividir em partes as ações que se necessita para chegar a um objetivo.

No exemplo com as receitas culinárias, há os ingredientes, que são os dados de entrada, o modo de preparo, que são as instruções lógicas, e há o prato pronto, que é o resultado. Posto isso, vemos que o algoritmo possui a entrada (input), as instruções (que mediam) e a saída (output).

Outro exemplo seria se alguém fizesse o algoritmo para colocar uma prateleira na parede, onde haveriam as seguintes etapas:

1 – Marcar o local onde colocará o suporte da prateleira;

2 – Usar uma furadeira com brocas do tamanho dos parafusos da prateleira;

3 – Furar a parede nos locais marcados;

4 – Inserir as buchas e depois os parafusos;

5 – Colocar o suporte e depois a prateleira.

Esses são exemplos comuns, apenas para entendimento. No caso dos computadores, os algoritmos são mais complexos do que isso. Além disso, nos algoritmos para computador existem escolhas/possibilidades, por exemplo:

– Se o usuário clicar com o botão direito do mouse sobre a tela da área de trabalho, então aparecem opções;

– Já se ele clicar com o botão esquerdo, então nada acontece nessa área;

– Ele pode ainda clicar com o notão esquerdo do mouse num programa que esteja na área de trabalho.

Algoritmos nas ferramentas online

Uma das aplicações mais conhecidas hoje para os algoritmos é nas ferramentas online, destacando-se o algoritmo do Google. Ele é quem decide, por exemplo, quais sites, blogs, páginas, vídeos e outros aparecerão nos primeiros resultados das buscas.

E o algoritmo do Google é amplamente estudado por quem atua com o chamado marketing digital a fim de realizar ações que façam um site, blog ou página da internet chegar até certas pessoas (quando essas pessoas fazem buscas online).

Outros algoritmos conhecidos são o do Facebook e o do Instagram, ambas redes sociais. Além disso, há o do Youtube e Twitter. É por meio do algoritmo desses que é mostrada a relevância de um conteúdo e, logo, esse conteúdo passa ou não a chegar até mais pessoas.

Algoritmo e automação

Mas com o uso de algoritmos se consegue também realizar as chamadas automações. As automações permitem que processos sejam feitos de forma automática, mesmo quando o usuário não esteja diante do computador no momento.

Com o Machine Learning (“aprendizado de máquina”, na tradução em português), que é usado pela inteligência artificial, processos podem ser aprendidos pelas máquinas e, posteriormente, reproduzidos. Esse é um algoritmo mais complexo que é capaz de fazer a entrada e o processamento dos dados, com a saída se transformando na entrada de uma estrutura e, na sequência, fornecendo para a máquina a lógica e a capacidade de aprendizado para os programas.

Citação

SOUSA, Priscila. (8 de Março de 2022). Conceito de algoritmo. Conceito.de. https://conceito.de/algoritmo