Conceito.de

Conceito de catacrese

Escutar o artigo

A catacrese se trata de uma figura de linguagem que usa um termo para nomear algo que não conta com um nome. Desse modo, se faz uso de um termo existente contudo em outro contexto, fazendo um empréstimo com base numa similaridade de conceito.

catacrese
Com a catacrese, se nomeia elementos que antes não tinham nome sendo que para isso se usa um termo existente sob outros contexto

Um exemplo de quando isso aconteça é em “boca do fogão”, onde se usa “boca” para designar a peça que é usada na parte do fogão por onde as chamas são produzidas. Note que não há um termo específico para nomear esse item e por isso é usado um outro termo que tem uma similaridade conceitual: no caso da boca, é através dela que os seres humanos se expressão verbalmente, colocando suas ideias para fora.

Outro exemplo seria quando se diz “bico do sapato”, usando o termo “bico” como recurso da catacrese para quando falta um termo específico para designar o conceito dessa parte do calçado.

Características da catacrese

Diferente do que ocorre com outras figuras de linguagem, quais são usadas como instrumentos linguísticos que fazem com que um texto seja enriquecido e mesmo os deixando com mais expressão, a catacrese se preocupa apenas em tornar um discurso de melhor entendimento, fazendo com que a comunicação no dia a dia entre duas ou mais pessoas se torne mais eficaz.

Catacrese é um termo que te sua origem no latim “catachresis”, o qual ainda deriva do grego katákhresis, esse tendo o significado de “mau uso”. Posto isso, o termo teria o sentido de fazer um uso inadequado de uma palavra.

Mais exemplos do uso dessa figura de linguagem

Quando se usa a expressão “a asa da xícara” esse é mais um exemplo da catacrese, posto que xícara não possui asa como acontece com as aves, contudo dá-se esse nome para a parte desse item onde se tem o apoio para segurá-la. Por exemplo: “a asa da xícara está agora quebrada”.

Outro caso é quando se usa a expressão “braço do sofá”, posto que um sofá não é como um ser vivo que conta com um braço. Mas a expressão aqui foi usada para dar nome para algo que não possuía um nome que o designasse.

Há também o uso do termo “embarcar”, que originalmente descrevia o ato de entrar num barco ou em outros tipos embarcações. Mas atualmente é feito o uso do termo para descrever também o ato de entrar em veículos aéreos como aviões, helicópteros e outros. Por exemplo:

– Já é hora de embarcar para o voo que me levará para Paris;

– Por pouco não perco a hora do embarque.

Se usa então embarcar para descrever o ato de entrar em qualquer meio de transporte.

Com o tempo, os termos passaram a ser usados de fora natural e já não se pensa mais sobre uma comparação de forma metafórica dos mesmos.

Diferença entre catacrese e metáfora

conceito de catacrese
A expressão “asa da xícara” é um exemplo de catacrese

Há quem acredite que a catacrese se trata de um tipo de metáfora, contudo elas se distinguem.

O que a metáfora faz é criar uma relação de similaridade sem fazer o uso de expressões que acabem indicando que isso foi feito. Assim, o foco da metáfora é realizar comparações a fim de transmitir uma ideia.

Enquanto isso, a catacrese é uma comparação feita para referir-se a algo que não possui nome. E em muitos casos, a expressão que traz o termo da catacrese já é amplamente utilizada por muitos que falam um determinado idioma.

Na frase “ele possui um coração de pedra” tem-se um exemplo de metáfora, posto que um ser humano não pode ter um coração que seja feito de pedra. Mas a expressão é usada para se referir a alguém que possui um coração ruim, que não tem sentimentos.

Já na expressão “olho do furacão” se tem uma catacrese, posto que furação não possui olho, contudo o termo nomeia o centro desse fenômeno.

Mas há casos onde é possível usar a metáfora aliada com a catacrese, por exemplo: “tem dias que sinto como se estivesse no céu da boca do peixe”. Nesse exemplo, a pessoa comparou sua situação com estar no céu da boca de um peixe, ou seja, quando se encontra sem saída, enfrentando problemas.

Prosopopeia e catacrese

Outro conceito que costuma ser confundido com o de catacrese é o de prosopopeia. A prosopopeia (ou personificação) se trata da figura de linguagem que é aplicada nos casos em que se deseje atribuir para objetos, seres inanimados e animais irracionais características que sejam próprias dos seres humanos.

Contudo, diferente do que ocorre com a catacrese, na prosopopeia o uso dessa linguagem é feito a fim de transmitir uma ideia.

Quando uma pessoa diz que o pé da mesa da cozinha está quebrado, ela estaria usando a catacrese, nomeando a parte da mesa responsável pela sustentação de “pé”.

Mas no caso da prosopopeia, se uma pessoa diz que algo parece sorrir para ela, se tratando de um objeto ou ser irracional, por exemplo, isso seria uma característica humana sendo atribuída a tal elemento, transmitindo a ideia de alegria ou abundância (a depender do contexto).

Citação

SOUSA, Priscila. (22 de Novembro de 2022). Conceito de catacrese. Conceito.de. https://conceito.de/catacrese