Conceito.de

Conceito de conto realista

Chama-se conto ao relato de ficção que tem uma extensão limitada. Enquanto isso, realista é um adjetivo que pode ser usado para qualificar o que se encaixa na realidade (o que realmente acontece).

De acordo com suas características, os contos podem receber diferentes denominações. Chama-se conto realista aquele cujas ações correspondem ao que poderia acontecer no mundo real. Os eventos dos contos realistas, dessa maneira, são plausíveis.

Os eventos contados em um conto realista podem ser explicados de acordo com os critérios da realidade diária do leitor. O mesmo não acontece com os contos fantásticos, cuja trama é baseada em elementos distantes do real e próprios da fantasia.

“O matadouro”, de Esteban Echeverría, é um exemplo de uma história realista. No texto, o escritor argentino narra uma cena que ocorre com um animal em um matadouro em Buenos Aires durante a época de Juan Manuel de Rosas (século XIX). As descrições dos personagens e do ambiente são precisas e coincidem com o tempo histórico em que a história está situada.

“Chapeuzinho Vermelho”, por outro lado, é um conto de fadas que não pode ser descrito como realista. Apresenta um lobo que fala e uma idosa que, depois de ser engolida por esse animal, sai viva de suas entranhas. Essas questões estão longe de ser reais.

É importante levar em consideração que um conto realista não apresenta fatos verdadeiros, mas credíveis. As ações narradas por Echeverría em “O matadouro” não aconteceram na realidade, mas várias delas poderiam ter acontecido na Buenos Aires do século XIX.