Conceito.de

Conceito de conversação

Escutar o artigo

Conversação se trata do ato ou do efeito de conversar, sendo a troca de mensagens entre duas ou mais pessoas. O termo, que é um substantivo feminino, tem sua origem no latim “conversatio”.

conversação
A conversação acontece quando duas ou mais pessoas se encontram para discutir sobre algo

A fala é um dos processos essenciais da linguagem e a conversação se trata de algo de suma importância para todas as fases da vida e em diferentes contextos.

Mas é comum também que se use a palavra “conversação” para se referir a uma prática voltada para o ensino de um idioma, por exemplo:

– A aula de conversação é inglês é muito importante para que o aluno consiga desenvolver-se no aprendizado do idioma.

Mas é importante saber que a palavra correta é conversação e não conversassão, pois essa última não existe.

É necessário que haja mais de uma pessoa para que existe a conversação. Mas não é preciso que esses estejam presentes fisicamente: se dois colegas de faculdade estão reunidos num local a discutir sobre algo, isso se trata de uma conversação, do mesmo que seria se esses dois colegas estivessem se comunicando por meio das redes sociais, com cada um deles estando em um país ou cidade, por exemplo.

Conversação é ainda descrita como a ação de ter contato com alguém por meio do que essa pessoa fez, por exemplo: para René Descartes, se uma pessoa lê um bom livro, isso seria uma forma de conversação com pessoas do passado.

Importância da conversação

conceito de conversação
Ideias e experiências são compartilhadas através da conversação

Por meio da conversação os seres humanos podem trocar ideias, experiências, desenvolver amizades, adquirir confiança e mais. A conversação se trata da troca de palavras que ajuda a enriquecer todos os envolvidos nela, tanto no âmbito pessoal quanto também dentro das empresas.

As pessoas com diferentes crenças, culturas e vivências se reúnem para fazer essa troca de conhecimento.

Mas para que ocorra a conversação é necessário que uma das partes envolvidas traga um tema para ser discutido que a outra parte aceite a discussão sobre o mesmo.

É necessário ainda que haja turnos, com cada um dos participantes tendo a sua vez de falar, assim haverá a organização desse processo.

O que também contribui para a organização de uma conversação é a presença de recursos como silêncios, pausas, complementos do que algum dos falantes disse, etc. É importante saber como e quando usar tais recursos a fim de evitar cortes desnecessários ou conversas paralelas em excesso, por exemplo.

Claro, numa conversação não existe certo ou errado, mas há orientações que ajudam a manter um processo adequado, especialmente quando essa conversação se trata de algo voltado para o meio profissional.

Tópico discursivo e a conversação

Uma conversação apenas acontece se há os tópicos discursivos, que integram que levou a haver esse encontro/reunião. Se não existe algo sobre o que conversar, então não existe uma conversação. Esses tópicos servem para estruturar a conversa e mantê-la organizada e com sentido.

Desse modo, a organização ajuda a manter a coerência na conversação, ao lado da troca de turnos. É comum que conversações assim aconteçam quando há reuniões nas organizações.

Conversa ou conversação reveladora

Uma conversação reveladora ou conversação reveladora se trata de uma conversa que acontece entre duas ou mais pessoas e que pode revelar um segredo que essas pessoas tenham ou, ainda, revelaria o segredo que outra pessoa que não esteja ali possua. Por exemplo: talvez três pessoas estivessem conversando sobre alguém que foi visto furtando algo na casa de outra pessoa e esse alguém fosse conhecido de uma das pessoas ali ou, ainda, uma quarta pessoa estivesse escutando a conversa e fosse parente da pessoa que foi pega furtando e não sabia sobre isso.

A conversação reveladora quase sempre revela sobre algo ruim que alguém tenha feito ou sofrido.

Aula de conversação

Há ainda o que se conhece por aula de conversação, que é quando uma pessoa, a fim de praticar o que aprendeu de um idioma, realiza uma prática de conversa nesse idioma com um falante nativo, com uma pessoa que está aprendendo ou mesmo com que já fale fluentemente esse idioma.

Na aula de conversação o aluno tem acesso a alfo dinâmico, que ao ajudará a desenvolver suas competências orais. Desse modo, é comum que haja materiais preparados com foco em conversas que aconteceriam realmente na comunicação com outros indivíduos, por exemplo: pedir um café numa cafeteria, perguntar onde fica o aeroporto, entre outras situações.

É comum, por exemplo, que a pessoa que esteja aprendendo inglês tenha aulas de conversação. Essas podem ser orientadas pelo professor ou, ainda, pode ser algo que o próprio aluno queira fazer e realize por si mesmo, buscando para isso outras pessoas que estejam aprendendo inglês, por exemplo.

A formulação de frases se torna mais fluída quando essa prática acontece de forma constante. Quanto mais o indivíduo que estuda um idioma realiza a conversação, mais perto ele chega da fluência nesse idioma.

Citação

SOUSA, Priscila. (25 de Outubro de 2022). Conceito de conversação. Conceito.de. https://conceito.de/conversacao