Conceito.de

Conceito de copywriting

Escutar o artigo

Copywriting é o termo usado para se referir ao processo de criação de textos com fins publicitários ou de marketing.

copywriting
Um profissional especialista em copywriting tem uma escrita persuasiva

O produto que é gerado nesse processo costuma ser chamado de copy, cópia ou mesmo de cópia de venda.

É chamado de copywriter o profissional que se especializa na criação desses textos. E esse profissional elabora materiais para empresas, profissionais liberais e outros que queiram aumentar a visibilidade de um produto, serviço ou marca, gerando mais clientes e vendas.

Para a criação da copy, o profissional deve entender sobre o público-alvo (as pessoas que se tem o objetivo de alcançar), sobre o produto ou serviço em questão, sobre o negócio do cliente e também sobre o mercado.

O que se resulta do processo de copywriting são textos persuasivos voltados para ações de marketing. E tais textos podem estar em catálogos, em banners nos sites, em anúncios, cartas de vendas, e-mails, entre outros locais.

Origem do termo copywriting

A palavra “copywriting” teria surgido pela primeira vez no ano de 1828, mas tempos depois ela cairia em desuso. Contudo, jornalistas seguiram usando esse termo, sendo esses ainda os responsáveis por fazer a definição de copywriter (descrito como o profissional que elaborava anúncios), o que ajudou a distinguir um copywriter de um redator.

Mas é estimado que o processo de copywriting, ainda que com outro nome e outro objetivo, exista desde a época da Babilônia. Nesse caso, conta-se que o primeiro material impresso usando esse processo teria sido apresentado em 1477, o qual fazia a divulgação de um livro de orações.

Sobre o termo copywriting, ele é originário do inglês, composto por “copy”, que possui o significado de “cópia”, e por “writing”, que possui o significado de “escrita”.

Esse processo recebeu esse nome devido a que na época não existiam as impressoras, então o profissional tinha a função de fazer cópias dos anúncios para os quais era contratado como copywriter.

Uma empresa fazia a contração do copywriter a fim de criar e replicar anúncios para promover seus produtos e/ou serviços. E esse profissional então escrevia diversas vezes uma mesma copy. É daí que vem o uso de copywriting ou “cópia de escrita”.

O copywriter elaborava diversos anúncios e em seguida os distribuída por vários locais.

Primeiro copywriter

conceito de copywriting
John Emory Powers teria sido o primeiro a viver de copywriting

Mesmo que a primeira peça que fez uso do processo de copywriting tenha sido criada em 1477, a pessoa que a elaborou não era um copywriter. É por isso que muitos não o consideram como o primeiro profissional dessa área.

Porém, quem foi o primeiro profissional a assumir-se dessa área e a viver dos ganhos dos processos de copywriting também foi o redator norte-americano John Emory Powers, que era contratado para trabalhar por tempo integral no conceituado jornal Lord & Taylor. John produzia por volta de seis anúncios a cada semana com o processo de copywriting.

Ele é conhecido por ter uma escrita persuasiva e pro ter criados anúncios diferenciados. Uma história sobre ele foi que o mesmo conseguiu fazer com que um anunciante zerasse seu estoque de produtos dentro de algumas horas com um de seus anúncios usando copywriting. Ele também é conhecido por ser pioneiro no uso de várias técnicas de marketing.

John Emory Powers ficou conhecido ainda por ser franco ao descrever um produto, o que ele considerava muito importante. Ele se recusava a criar um anúncio para um produto que não considerasse que fosse realmente verdadeiro, que oferecesse a solução para o qual foi proposto.

Mas antes disso, no século 19, acredita-se que no ano de 1828, o dicionarista norte-americano Noah Webster teria feito ouso do termo copy com o objetivo de fazer a definição dos conteúdos autorais publicados na imprensa.

Algumas pessoas fazem confusão entre os termos copywriting e copyright. Mas, apesar de uma pronuncia com certa similaridade, ambos possuem grafia distinta e um conceito também distinto, não havendo nada relacionado.

Copyright se trata do direito exclusivo do autor de fazer a reprodução da sua obra (que pode ser uma literária, obra artística ou uma obra científica). Logo, se trata de algo com o objetivo de proteger uma criação. Na maioria das vezes, o termo copyright precede frases como “todos os direitos reservados”, que indica que uma obra é protegida pela lei.

Enquanto isso, copywriting é o ato de elaborar textos que tenha o objetivo de realizar vendas e promover uma marca ou suas soluções.

Redação publicitária e copywriting

Há ainda uma confusão comum entre copywriting e redação publicitária. Apesar de terem algum tipo de relação, são funções que apresentam suas particularidades.

A redação publicitária seria o processo para criar um conteúdo com foco em informar, com a explicação sobre algum produto ou serviço. Mas não há ali o foco em estimular o público a tomar uma decisão.

Já o copywriting se trata do processo de criar textos que levem o leitor a tomara uma decisão, a realizar uma ação. E para isso são utilizadas diferentes técnicas.

Citação

SOUSA, Priscila. (7 de Setembro de 2022). Conceito de copywriting. Conceito.de. https://conceito.de/copywriting