Conceito.de

Conceito de crowdfunding

O termo crowdfunding não se encontra nos dicionários lusófonos. A noção alude a um mecanismo de financiamento que consiste na participação de pequenas quantias por muitas pessoas.

O crowdfunding, por conseguinte, também é conhecido como microcrédito. Trata-se de um financiamento colectivo, em que um empreendedor recebe um apoio acotado (en termos financeiros) de numerosos investidores.

De um modo geral, o crowdfunding ocorre através da Internet. Quem estiver interessado em receber financiamento divulga o seu projecto, estabelecendo uma meta a alcançar e solicitando apoio.

Suponhamos que um músico precisa de 2.000 euros para gravar um disco. Através do crowdfunding, vinte dos seus seguidores poderiam contribuir com 100 euros cada um e assim juntar o dinheiro necessário. O músico, como forma de recompensa, compromete-se a oferecer um disco autografado a cada investidor e a oferecer bilhetes para um concerto privado para todos eles.

Aqueles que participam com dinheiro através do crowdfunding suelen fazê-lo a troco de algum prémio ou benefício, embora também se possa tratar de uma decisão solidária para apoiar uma causa. Com esta metodologia, não é habitual que o investidor queira recuperar o dinheiro com juros.

É possível enumerar várias vantagens do crowdfunding relativamente a outros sistemas de financiamento. O mais importante é que o aporte não recaia numa única pessoa, o que, muitas vezes, é uma particularidade que permite reduzir a quantidade de dinheiro a desembolsar. Outro ponto a favor é que permite aceder ao financiamento a projectos que, por diversos motivos, não conseguem entrar no sistema financeiro tradicional (bancos).