Conceito.de

Conceito de crédito bancario

Por crédito entende-se o dinheiro que um indivíduo ou uma instituição empresta a alguém, estipulando certas condições para a sua devolução (juros, prazos, etc.). Bancário, por sua vez, é aquilo que está relacionado com um banco: uma entidade que presta serviços financeiros.

Um crédito bancário, por conseguinte, é aquele que é oferecido por um banco aos seus clientes. Neste caso, o banco torna-se credor ao entregar uma determinada quantia ao cliente, que passa a ser devedor. A devolução do empréstimo deve realizar-se conforme os requisitos acordados; caso contrário, podem aplicar-se distintos tipos de punições.

A palavra “crédito” vem do latim “creditum” e significa algo como “coisa que foi confiada a outrem”. É por isso que pode-se dizer que o crédito bancário é um tipo de relação de confiança entre uma pessoa e uma instituição bancária.

Suponhamos que um homem recorre a banco para solicitar um empréstimo. A entidade confere-lhe um crédito bancário de 10.00 euros com taxa de juros na ordem dos 15%, que deverá devolver no prazo de doze meses. Além do mais, cobra-lhe 5% por gastos administrativos e obriga-o a subscrever um seguro equivalente a 1% do crédito. Isto significa que, uma vez que terá devolvido este crédito bancário, a pessoa terá desembolsado 12.100 euros. Noutros termos, o crédito bancário ter-lhe-á custado 2.100 euros (a diferença entre aquilo que recebeu e aquilo que devolveu).

O devedor garante que fará o pagamento do valor que solicitou como empréstimo em data futura já determinada no momento em que faz esse empréstimo. Um exemplo seria se alguém faz um empréstimo de um valor “X” no dia 01 de janeiro, para pagar em até 8 vezes, e o banco oferece até 30 dias para começar a pagar, então a primeira parcela será paga por essa pessoa até o dia 01 do mês seguinte.

Não sendo uma regra, contudo, quanto mais uma pessoa é pontual com suas contas, então mais crédito ela pode conseguir com um banco.

Existem diferentes tipos de créditos bancários. Os créditos pessoais são aqueles que são facultados às pessoas, as quais os podem solicitar com diversos fins (realizar uma viagem, remodelar a casa ou organizar um casamento, por exemplo). Os créditos comerciais, em contrapartida, são outorgados às empresas. Os créditos hipotecários, por outro lado, estão orientados para a aquisição de um terreno ou de uma casa, servindo de garantia o próprio bem comprado.

Mas o crédito bancário ainda pode ser na modalidade empréstimo ou financiamento. Os dois possuem a mesma relação de credor e devedor, mas há uma diferença que é:

– No empréstimo o montante que é obtido não possui um destino, ou seja, o banco empresta ao cliente e ele pode fazer o que bem lhe convier, sem precisar justificar;

– Por outro lado, o financiamento é também uma forma de empréstimo, mas a diferença aqui é que o recurso deve ter um destino. Por isso é comum falar-se de financiamento de veículo ou financiamento imobiliário. Nesse caso, a instituição financeira pode solicitar o documento do bem que se está financiando como forma de comprovar.