Conceito.de

Conceito de crustáceo

Crustáceo, do latim crusta (“crosta”, “casca”), é uma classe de animais artrópodes de respiração branquial, que têm dois pares de antenas e um número variável de apêndices e que estão cobertos por uma carapaça geralmente calcificada.

Os crustáceos constituem um subfilo dos artrópodes. Existem mais de 67.000 espécies de crustáceos, como os caranguejos, os camarões, as lagostas e os lagostins. A maior parte dos crustáceos são aquáticos, vivendo em água doce e salgada em todas as profundidades.

Todos os crustáceos têm certas características anatómicas em comum embora o seu tamanho seja bastante variável. Os corpos são compostos por diversos segmentos ou metâmeros que fazem parte de três regiões do corpo: a cabeça, o tórax e o abdome. Os primeiros segmentos do tórax podem unir-se à cabeça formando a região conhecida como cefalotórax.

Os crustáceos costumam constituir um recurso pesqueiro e alimentar bastante rico. Os camarões, por exemplo, são consumidos em quase todo o mundo. É hábito estes serem consumidos cozidos e sem a cabeça, a carapaça, as barbatanas e os intestinos. A tortilha de camarões, a sopa de camarão e o arroz de camarão são alguns dos pratos mais populares confeccionados com este crustáceo.

O lagostim é outro crustáceo que se consome como alimento em diversas regiões do planeta. O seu corpo é fonte de vitaminas B e D e de sais minerais como o fósforo, o ferro e o iodo. O lagostim gratinado, o risoto de lagostim e a moqueca de lagostim constam entre as receitas que se podem realizar com o crustáceo.