Conceito.de

Conceito de defensor

Defensor é um termo que se pode usar como adjectivo ou como substantivo. No primeiro caso, a palavra permite qualificar a pessoa que se encarrega de proteger, cuidar ou conservar algo: isto é, que exerce a sua defesa.

Exemplos: “Sempre fui um homem defensor da liberdade de expressão”, “Precisamos de um arquitecto defensor do património histórico para que nos ajude nesta luta”, “O Martin considera-se um jovem defensor do meio ambiente mas nunca reciclou nada”.

Como substantivo, um defensor pode ser um jogador de futebol que ocupa uma posição próxima da baliza e cuja função principal é evitar que os jogadores rivais marquem golos. Isto não impede, obviamente, que o defensor também cumpra tarefas em ataque e que possa marcar os seus próprios golos: “O defensor português foi expulso após ter agredido o capitão italiano”, “Roberto Carlos foi um defensor brasileiro que se destacava pela sua capacidade ofensiva”, “O defensor apanhou a bola quando estava na linha e evitou a derrota da sua equipa”.

No âmbito do direito, o defensor (ou advogado de defensa) é quem se encarrega de proteger os interesses de uma das partes: “O defensor tentará demonstrar que o acusado não conhece o Manolo”, “Aconselho-a a arranjar um bom defensor, porque a denuncia é bastante grave”.

Defensor do Povo ou Ombudsman, por último, é um cargo público que ostenta quem deve assegurar que os cidadãos não sofram injustiças ou arbitrariedades por parte das autoridades políticas: “Vou recorrer ao Defensor do Povo para denunciar este abuso”.