Conceito.de

Conceito de desbridamento

O desbridamento é o ato e o resultado de desbridar. Esse verbo é usado no campo da medicina para se referir à divisão dos tecidos fibrosos que poderiam gerar gangrena ou a separação dos filamentos que, em uma ferida, dificultam a expulsão de pus.

Pode-se dizer, em outras palavras, que o desbridamento consiste na remoção de tecidos infectados, danificados ou mortos. Isso permite proteger o tecido circundante, melhorando suas condições.

Existem procedimentos diferentes que possibilitam o desbridamento. Pode ser realizado através de uma intervenção cirúrgica, com a aplicação de uma substância química ou promovendo a autólise. Até é possível usar larvas estéreis criadas em laboratórios que serão responsáveis pelo desenvolvimento da limpeza de tecidos mortos.

No caso de ferimentos graves ou queimaduras, o desbridamento é essencial. Esse tipo de quadro pode levar ao desenvolvimento de infecções se o tecido morto não for removido. Daí a importância do desbridamento.

No âmbito da odontologia, o desbridamento é o processo feito para remover cálculos e placas que se acumulam entre as peças dentais. Nesse caso, costumam ser usadas ferramentas manuais, substâncias químicas e ultrassom para concluir a tarefa com êxito.

É importante notar que o desbridamento geralmente se desenvolve de maneira natural: o corpo está em posição de concluir o desbridamento autolítico, embora depois de um longo período de tempo. É por isso que se procura acelerar o desbridamento para minimizar riscos e facilitar a recuperação.