Conceito.de

Conceito de desfibrilador

Um desfibrilador é um dispositivo que permite aplicar descargas elétricas para restaurar o ritmo cardíaco normal. É uma descarga súbita de alta voltagem que consegue interromper e reverter uma arritmia (o ritmo irregular das contrações do coração).

Quando há uma alteração na atividade elétrica ou a quantidade de batimentos cardíacos aumenta de maneira excessiva, pode ocorrer uma parada cardíaca. Isso ocorre porque o coração bate demasiado e desorganizadamente, sem bombear sangue de maneira correta. Para evitar alcançar esse resultado, o médico pode usar um desfibrilador que, por meio de um choque elétrico, interrompa a arritmia. Uma vez feito isto, o profissional consegue detectar a causa que provocou a arritmia e resolver o problema para que o paciente recupere a estabilidade.

O uso do desfibrilador pode até ser preventivo: se um indivíduo com histórico de infarte mostrar mau funcionamento ventricular, esse dispositivo pode ser usado para minimizar o risco de arritmia e, portanto, de uma nova parada cardíaca.

É importante observar que existem diferentes tipos de desfibriladores. Os desfibriladores externos são máquinas que, quando necessárias, são colocadas na pele para transmitir a descarga elétrica. Os desfibriladores implantáveis, por outro lado, são definitivos e são implantados sob a pele através de uma intervenção cirúrgica.

Os desfibriladores implantáveis, graças aos seus eletrodos, permitem diagnosticar arritmias a partir do organismo e, quando necessário, desfibrilar o coração. Os desfibriladores externos, por outro lado, são gerenciados por médicos, que devem definir em cada caso como e quando a descarga elétrica é aplicada.