Conceito.de

Conceito de desidratação

Desidratação é o processo e a consequência de desidratar ou desidratar-se. Este verbo, por sua vez, refere-se a eliminar ou perder a água que faz parte da composição ou que faz parte de um organismo.

Por exemplo: “A desidratação dos tomates ao sol pode demorar mais de um dia”, “É importante beber muitos líquidos quando está calor para evitar a desidratação”, “O paciente entrou no hospital com um quadro de desidratação que exigia a administração de soro por via intravenosa”.

Nos seres vivos, a desidratação é um problema de saúde, uma vez que o corpo não possui o líquido necessário para o seu bom funcionamento. Um ser humano deve beber cerca de três litros de água por dia para manter a hidratação, embora essa quantidade possa variar de acordo com as condições climáticas e outros fatores.

Calor excessivo, exercício físico intenso e doenças como cólera podem levar à desidratação. Entre os sintomas mais frequentes estão sede, pele seca e fadiga. Quem está desidratado pode sentir tonturas e sofrer desmaios. No caso dos bebês, é habitual que apresentem a boca seca e chorem sem lágrimas.

Perante a desidratação, é aconselhável beber água ou bebidas isotônicas pouco a pouco. Beber muito líquido de repente é contraproducente, pois pode causar vômitos. Por outro lado, bebidas com cafeína e álcool devem ser evitadas, pois, em vez de reverter a situação, podem agravar a desidratação.

Os alimentos desidratados, por outro lado, passam por um processo de extração de água. Essa medida facilita sua conservação, afastando a data de validade.