Conceito.de

Conceito de ressaca

Ressaca é um termo que tem vários usos. Pode-se tratar da moléstia que sente uma pessoa quando desperta depois de ter bebido uma elevada quantidade de álcool. Exemplos: “Se continuares a beber tanto vinho, amanhã vais acordar com uma grande ressaca”, “Não aguento mais esta ressaca: dói-me bastante a cabeça”, “Penso que uma noite de diversão merece bem uma manhã de ressaca”.

A ressaca, neste sentido, é um mal-estar ou uma indisposição que aparece depois de consumir uma elevada quantidade de bebidas etílicas/alcoólicas. A sua causa é a descomposição de substâncias como o acetaldeído, a histamina e o metanol, presentes nas bebidas. Quando se descompõem, estas substâncias provocam uma certa intoxicação.

As mulheres são mais propensas a sofrer uma ressaca que os homens, uma vez que o fígado feminino tem maiores dificuldades para processar as bebidas alcoólicas. Todas as pessoas, por outro lado, costumam melhorar a tolerância ao álcool ao consumir estas bebidas de maneira frequente.

A cefaleia, os vómitos, as dores de barriga e a desidratação são alguns dos sintomas da ressaca. Para combater o mal-estar, recomenda-se beber água e sumos de fruta.

Em sentido figurado, a noção de ressaca é utilizada para se referir aos efeitos de uma situação ou de um acontecimento. Ressaca é aquilo que fica ou que produz algo: “O oficialismo ainda tenta livrar-se da ressaca da derrota eleitoral”, “É importante superar rapidamente a ressaca dos triunfos”, “A ressaca do temporal ainda se nota nos rostos das pessoas”.