Conceito de difamação


Mai 02, 14

Do latim diffamatĭo, difamação é a acção e o efeito de difamar (desacreditar alguém através da difusão de informação que é contrária à sua reputação ou boa fama, dizer calúnias).

Exemplos: “Não vou permitir a difamação dos meus filhos através dos meios de comunicação”, “Apesar das mentiras do candidato opositor, a difamação não teve efeito e as pessoas voltaram a apoiar-nos nestas eleições”, “A difamação que representaram estas fotografias para a sua imagem pública foi bastante grande”.

Pode-se dizer que a difamação tem a intenção de prejudicar uma pessoa a partir de uma acusação. O objectivo é que essa difamação afecte a dignidade ou a honra do sujeito, desacreditando-o. Pode-se difamar um indivíduo a partir da comunicação de um facto real, mas também com mentiras e falsidades.

Se um empresário maltrata os seus empregados, estes podem começar a contar a situação em diversos âmbitos. Desta forma, a difamação do empresário estará em marcha já que a sociedade não avaliará as suas acções. A imagem do autor, por conseguinte, será manchada.

Outra possibilidade é que o empresário, na realidade, seja um homem justo e de comportamento correcto, e que os factos denunciados sejam só uma mentira de uma empresa concorrente no mercado.

Neste caso, o empresário deverá esforçar-se por demonstrar a falsidade das acusações para que a sua honra não seja afectada pelas difamações. A reacção da sociedade demonstrará se acredita ou não no homem envolvido na denúncia pública.