Conceito.de

Conceito de especiaria

Do latim specĭes, uma especiaria é um condimento e aromatizante de origem vegetal que se utiliza para temperar ou conservar os alimentos. As especiarias são as sementes ou as cascas das plantas aromáticas apesar de o termo também ser usado para se referir às folhas de certas ervas.

Exemplos: “Esta carne tem um ótimo sabor: que especiaria você usou?”, “Vou comprar algumas especiarias para o jantar desta noite”, “O açafrão é a minha especiaria preferida”.

As especiarias são provenientes, na sua grande maioria, das zonas tropicais da Ásia. Ao longo da história, as especiarias não sofreram grandes alterações, sendo que ainda se continua a consumir basicamente as mesmas que há vários séculos atrás.

Vale ressaltar que em cada país ou mesmo em cada região há especiarias que são mais utilizadas. No entanto, alguns países fizeram uma mistura no uso de especiarias e temos, por exemplo, variedades de especiarias do Oriente sendo utilizadas na Europa Ocidental.

Graças às especiarias, alguns alimentos nutritivos que possam não ser muito saborosos conseguem melhorar o seu sabor, sem que sejam alteradas as respectivas propriedades. O segredo está em usar a quantidade apropriada de especiarias, uma vez que o excesso produz um efeito contrário e confere um sabor desagradável.

O açafrão, o rosmarinho, os cominhos, a canela, o aneto, o pimentão, a pimenta, a noz-moscada, o cravo-da-índia, a mostarda e o gengibre são algumas das especiarias mais populares. Juntando o grupo das ervas aromáticas, há que mencionar o manjericão, o coriandro (os coentros), o estragão, o loureiro, a menta, o orégão, a sálvia, o alecrim e o tomilho.

Convém destacar que, para além de serem usadas na cozinha, as especiarias são utilizadas na medicina tradicional e na naturopatia, tal como faziam os curandeiros de outrora.

Mas as especiarias são usadas também em perfumes, como afrodisíacos, em incensos, entre outros. Antigamente, as especiarias eram adquirias secas e usadas assim. E uma das coisas que contribuiu para que elas prosperassem em seu comércio foi que possuem uma alta resistência a mofos e a pragas, assim, as especiarias podiam ser estocadas sem quaisquer problemas. Quando eram transportadas, seja por terra ou mar, as especiarias conseguiram suportar meses sem perder as suas prosperidades.

No século XV, as especiarias eram vistas como bem preciosos, tanto é que especiarias como cravo, pimenta-do-reino e canela, por exemplo, eram muito caras e raras, sendo até mesmo usadas como forma de pagamento de impostos e acordos, por exemplo, e, ainda, sendo usadas também como herança.

Uma outra curiosidade é que no século XV as especiarias eram monopolizadas pelos italianos (de cidades como Veneza e Gênova) assim, eles adquiriam-nas de países como Chia e Índia, por exemplo, e as vendiam no mercado europeus por um valor elevado. Mas no século XVI os portugueses conseguiram descobrir uma rota alternativa que os levava até o Oriente, pela costa da África. Assim, eles passaram a adquirir as especiarias diretamente de lá, derrubando, assim o monopólio dos italianos ou o passando para Portugal, que na época acabou se torado uma potência econômica.

ÚLTIMAS DEFINIÇÕES

Conceito de

corrosão

Corrosão, proveniente do francês “corrosion”, alude ao ato e ao resultado de corroer: destruir, arruinar, carcomer...

Conceito de

correlação

Chama-se correlação à ligação recíproca ou correspondente que existe entre dois ou mais elementos. O conceito é usado de...

Conceito de

correto

Correto, um termo derivado da palavra latina “correctu”, é um adjetivo usado para descrever o que não apresenta...

Conceito de

corpúsculo

O termo latino “corpuscùlu”, que significa corpo pequeno, chegou ao nosso idioma como corpúsculo. O conceito é...

Conceito de

cornija

O vocábulo latino “cornice” chegou a nosso idioma como cornija. O termo refere-se ao conjunto de molduras que atuam...

Conceito de

corporativismo

A ideia de corporativismo tem usos diferentes. Um dos significados refere-se à doutrina que promove a intervenção do Estado na...

Conceito de

corporeidade

A corporeidade é a característica do que é corpóreo: aquilo que tem corpo ou consistência. A ideia do corpo, por outro lado,...

Conceito de

corola

A palavra latina “corolla”, que se refere a uma coroa de tamanho pequeno, chegou ao português como corola. O termo...

ARQUIVOS