Conceito de especiaria


Set 26, 13

Do latim specĭes, uma especiaria é um condimento e aromatizante de origem vegetal que se utiliza para temperar ou conservar os alimentos. As especiarias são as sementes ou as cascas das plantas aromáticas apesar de o termo também ser usado para se referir às folhas de certas ervas.

Exemplos: “Esta carne tem um óptimo sabor: que especiaria usaste?”, “Vou comprar algumas especiarias para o jantar desta noite”, “O açafrão é a minha especiaria preferida”.

As especiarias são provenientes, na sua grande maioria, das zonas tropicais da Ásia. Ao longo da história, as especiarias não sofreram grandes alterações, sendo que ainda se continua a consumir basicamente as mesmas que há vários séculos atrás.

Graças às especiarias, alguns alimentos nutritivos que possam não ser muito saborosos conseguem melhorar o seu sabor, sem que sejam alteradas as respectivas propriedades. O segredo está em usar a quantidade apropriada de especiarias, uma vez que o excesso produz um efeito contrário e confere um sabor desagradável.

O açafrão, o rosmarinho, os cominhos, a canela, o aneto, o pimentão, a pimenta, a noz-moscada, o cravo-da-índia, a mostarda e o gengibre são algumas das especiarias mais populares. Juntando o grupo das ervas aromáticas, há que mencionar o manjericão, o coriandro (os coentros), o estragão, o loureiro, a menta, o orégão, a sálvia, o alecrim e o tomilho.

Convém destacar que, para além de serem usadas na cozinha, as especiarias são utilizadas na medicina tradicional e na naturopatia, tal como faziam os curandeiros de outrora.