Conceito.de

Conceito de fábrica

Escutar o artigo

Uma fábrica é um espaço projetado para a produção de bens ou para a supervisão das máquinas que o fazem. O termo “fábrica” tem a sua origem no latim “fabrica“, que possui o significado de “lugar onde se fazem coisas” ou “oficina onde se fazem coisas”.

fábrica
Numa fábrica acontecem processos para a produção de produtos

Uma fábrica pode produzir produtos químicos como fertilizantes, ou pode ser um local que produz itens eletrônicos, por exemplo.

De todo modo, nesses locais geralmente encontram-se funcionários com experiência na produção de bens dos mais variados tipos a partir de matéria-prima ou que supervisionem as máquinas que são responsáveis por transformar essa matéria-prima em produtos.

Existem fábricas que trabalham apenas com um tipo de produto e outras que atuam com a produção de vários produtos, porém de um mesmo setor, por exemplo: fábricas de alimentos que atuam com uma vasta linha de produtos, tais como bolachas, massas para bolo, macarrões, etc., ou uma fábrica de automóveis que atua apenas com peças automobilísticas.

Nas fábricas há locais apropriados para armazenar matéria-prima e também os bens ali produzidos. Há também depósitos onde localizam-se equipamentos pesados que são usados em diferentes etapas desse processo de produção.

Fábrica ou indústria

Não são poucos os casos onde se faz confusão entre indústria e fábrica, mas se tratam de conceitos distintos para elementos que estão estreitamente relacionados.

Indústria se trata de todo o processo para a transformação de matéria-prima em produto para comercialização, enquanto o termo fábrica remete a um espaço em específico.

Se pode dizer que a indústria automobilística tem crescido no Brasil e com isso se relata sobre todos os locais dentro daquele país que realizam a produção de veículos e autopeças. Mas são várias fábricas que foram essa indústria, por exemplo:

– A indústria automobilística cresceu bastante no Brasil nos últimos anos, havendo fábricas espalhadas por vários estados.

Desse modo, o termo indústria é usado para classificar a atividade econômica, enquanto fábrica destaca uma fábrica entre tantas ali. Para um melhor entendimento, ainda se pode dizer que uma fábrica possui um alcance menor do que uma indústria.

Mais uma característica que ajuda a distinguir uma fábrica de uma indústria é que a fábrica se preocupa em produzir produtos, enquanto a indústria cuida de produzir produtos e também trata de serviços.

Exemplos de indústrias: Indústrias Farmacêuticas, Refinarias de Petróleo, Indústrias Metalúrgicas, entre outras.

Exemplos de fábricas: fábrica de calçados, fábrica de refrigerantes, entre outros tipos.

Uma indústria se classifica de acordo com o tipo de atividade que realiza, desse modo se pode ter uma indústria extrativa, que é aquela onde estão as fábricas que cuidam da extração de recursos naturais, ou a indústria de transformação, que realiza a conversão da matéria-prima em produtos que seriam usados para produzir outros produtos.

Contudo, na maioria das vezes o termo indústria é usado como um sinônimo de fábrica.

Tipos de fábricas

conceito de fábrica
Existem fábricas que produzem os mais variados tipos de produtos

Existem diferentes tipos de fábricas, mas todas essas podem ser compreendidas em três tipos de indústrias, que são: indústrias de base, indústrias de bens intermediários e indústria de bens de consumo.

Nas indústrias de base estão as fábricas que atuam com a captação da matéria-prima em sua forma mais bruta. E é a partir dela que se origina a matéria-prima que segue para o uso na produção de itens usados no dia a dia. As indústrias de base, então, como o nome sugere, fornecem os fundamentos para esse processo de fabricação de produtos.

Já as indústrias de bens intermediários compreendem fábricas que convertem a matéria-prima em produtos que serão usados para a fabricação de bens de consumo. Aqui seriam produzidas máquinas, peças de automóveis, entre outros elementos.

Por fim, as indústrias de bens de consumo pegam os elementos que são produzidos nas indústrias de bens intermediários e trabalham para a fabricação de itens que as pessoas usarão no dia a dia. Desse modo, há como exemplo: fábricas de alimentos, de veículos, de celulares, etc.

E ainda falando sobre as indústrias de bens e consumo, aqui se teriam fábricas que atuam com a produção de bens de consumo duráveis, semiduráveis e os não duráveis.

No Brasil, são considerados bens duráveis aqueles que duram mais do que três anos, já os semiduráveis são os que duram até três anos, enquanto os não duráveis são os produtos que duram até um ano.

Fábricas segundo o setor da indústria

Uma indústria pode ser dividida de acordo com o setor de atuação também, desse modo se teriam fábricas com base nisso.

Nesse caso, há as indústrias energéticas, que se preocupam com a produção de energia, as indústrias de construção civil, que são as que se voltam para a construção de prédios, por exemplo, além da alimentícia, essa com foco em produzir alimentos e bebidas. Também existe a indústria bélica, onde estão fábricas especializadas na fabricação de armamentos e de veículos usados pelos militares, por exemplo.

Citação

SOUSA, Priscila. (31 de Outubro de 2022). Conceito de fábrica. Conceito.de. https://conceito.de/fabrica