Conceito.de

Conceito de fibra

Escutar o artigo

Fibra é uma estrutura constituída de filamentos que pode ser encontrada em tecidos vegetais, animais ou em substâncias minerais. E em alguns casos pode ainda ser algo artificial/sintético, elaborada através de síntese química.

fibra
A fibra alimentar é uma substância presente nos alimentos

Mas o termo pode ser usado para remeter a diferentes elementos em distintos contextos.

Fibra alimentar

Fibras, mais conhecidas como fibras alimentares, se tratam são substâncias encontradas em especial nos alimentos de origem vegetal, as quais possuem como uma das principais características o fato de não serem digeridas pelo sistema gastrointestinal.

Essas fibras são polissacarídeos, que se tratam de polímeros de carboidratos (exceto a lignina, que é um polímero de fenilpropano), que ainda podem ser encontrados em fungos e em invertebrados.

Como citado, não há a digestão das fibras pelo trato gastrointestinal, sendo essas também não digeridas pelo organismo. Contudo, elas são fundamentais para a saúde, ajudando a melhorar o sistema digestivo, além de também ajudar na prevenção de muitas doenças. E essas fibras ainda podem ser classificada como solúveis e insolúveis, a depender da solubilidade das mesmas no sistema gastrointestinal.

Fibra para fabricação de tecido (fibra têxtil)

Fibra têxtil é o nome dado para a matéria-prima fibrosa que é uma das bases para a fabricação dos tecidos têxteis. Tais fibras são convertidas em fio por meio de um processo conhecido como fiação. E aqui existe a diferenciação entre os fios a depender do comprimento das fibras, por exemplo: as fibras do algodão são curtas, já as da seda são longas.

Tipos de fibras

As fibras têxteis ainda podem ser fibras naturais, artificiais ou mesmo fibras sintéticas. Essas se distinguem em características e qualidades que possuem, a depender de como o fio é produzido ou se há algum tipo de mistura, o que pode fazer com que haja alteração no aspecto do tecido.

Quanto as fibras naturais, se pode mencionar a lã, o algodão e a seda, que são de origem vegetal ou animal. Conferem maior conforto e ainda possuem maior durabilidade. E há também como característica o fato dessas fibras permitirem uma maior respirabilidade.

Já como exemplo de fibras sintéticas há o poliéster e a poliamida, essas não amassam com facilidade, contudo não permitem uma boa respirabilidade, podendo gerar mais cheiro do que as feitas em firas naturais. Além disso, as peças feitas com esse tipo de fibra são conhecidas por deformarem na costura e terem um desgaste mais rápido. É comum seu uso em roupas e para peças como travesseiros, almofadas, entre outras.

Já as fibras artificiais são aquelas produzidas em laboratório, sendo importante não as confundir com as sintéticas. As fibras artificiais podem usar como matéria-prima polímeros naturais originadas de celulose ou de proteínas, conferindo um material que oferece mais frescor (por isso é comum o uso dessa fibra para a confecção de peças para o verão). Alguns exemplos de fibras artificiais são a viscose e o acetato.

Fibra óptica

conceito de fibra
A fibra óptica é usada especialmente nas telecomunicações

Dá-se o nome de fibra óptica para os filamentos flexíveis que são produzidos em materiais transparentes como é o caso do plástico ou da fibra de vidro, que se utilizam como um meio para propagar a luz. A fibra óptica costuma ser bastante fina, quase como um fio de cabelo, tendo uma espessura de apenas alguns micrômetros (10-6 m), contudo podem possuir muitos quilômetros de comprimento.

A fibra óptica possui muitas aplicações, sendo que a transmissão de dados está entre os usos mais habituais.

Há os cabos de fibra óptica que são compostos de materiais dielétricos, sendo que a propagação da luz dentro desses materiais não passa por interferência pelas ondas eletromagnéticas do exterior.

É comum que cabos com essa fibra sejam usados em especial pelas companhias de telecomunicações, por conta do seu elevado grau de segurança para entregar informações. A tecnologia que faz uso desse elemento é de suma importância para expandir as tecnologias digitais, possibilitando, por exemplo, conexões com a internet mais velozes e sem interrupções, além da transmissão de dados com mais rapidez também.

Fibra de vidro

Usa-se a expressão fibra de vidro para designar os filamentos e o conjunto de polímeros, qual possui como nome correto Polímero Reforçado com Fibra de Vidro (PRFV).

A fibra de vidro é um material constituído pela aglomeração de filamentos extremamente finos de vidro não rígidos e com flexibilidade. Essas fibras são então ligadas com o uso de algum tipo de resina, posteriormente se usam substâncias que fazem a catalisação do processo de polimeração.

Fibra em sentido figurativo

O termo fibra é ainda usado em sentido figurativo para descrever quando uma pessoa possui firmeza ou pulso, por exemplo: “aquele competidor possui muita fibra” e “ele é conhecido por ser um homem de muita fibra, conseguiu suportar muita coisa até hoje”. O termo ainda teria como sinônimo “garra”: “aquele competidor possui muita garra” e “ele é conhecido por ser um homem de muita garra, conseguiu suportar muita coisa até hoje”.

Citação

SOUSA, Priscila. (31 de Outubro de 2022). Conceito de fibra. Conceito.de. https://conceito.de/fibra